10 DICAS PARA QUEM VAI VIAJAR PARA A EUROPA OU O QUE APRENDEMOS VIAJANDO

Nossa Europe Trip nos ensinou mais do que vimos, aprendemos muito com o que sentimos, VIVENCIAMOS! Vamos compartilhar alguns aprendizados com vocês!

Coisas práticas:

  1. como agir no pedágio – há pedágios em muitas autoestradas da Europa, todas em excelente condição. Muitos são ‘self service’, ou seja, faça você mesmo. Escolha os da placa “Biglieto” ou a placa Carte (azul) e a de moedas (branca). Você pode pagar em moedas, papel moeda ou cartão de crédito. Mas fique atento, em muitos casos, no início do percurso você emite o ticket e no final, deverá pagar o mesmo. Tudo está explicadinho. Só não entre na fila do Telepass (amarela), reservada somente para quem tem o sistema. Mais informações aqui.

 

Foto: autoestrada.it

2.   Como tomar a auto estrada – Nos confundimos um bocado no início. Nem o GPS nos salvou. Há muitas vias de entrada e saída e, se errar, vai ter que rodar alguns bons quilômetros. Então, muita atenção às placas. E use o Waze, vimos que era mais fácil acertar com o uso deste sistema. A velocidade varia de 50 km (cidades) até 130 km (autoestradas). Esteja atento! Use este site para planejar sua viagem, muito bom! E, finalmente, prefira carros com GPS embutido e o Waze é melhor que o Google Maps na estrada, mas este último é ótimo para percursos a pé.

Foto: autostrade.it

3. Como pagar o estacionamento nos Parcheggio – Os estacionamentos são pagos e tudo é automatizado. Procure pelas máquinas, ao ar livre ou em garagens e faça o pagamento. Pode-se pagar com dinheiro vivo ou com cartão. Há fiscalização, sim.

 

Foto: Parkit.it

4. Como apertar os diferentes tipos de descarga ou abrir os inúmeros tipos de torneiras nos banheiros – Aqui vale um capítulo à parte! Meu Deus, para que tanto modelo de descarga e torneira! Tem torneira manual, eletrônica, com pedal. Tem descarga de apertar, eletrônica, na parede, no vaso, na caixa. Aí, bate aquele desespero e, na hora, você não encontra onde apertar! Bem, take easy , respira fundo e olha novamente. Vai perceber! Qualquer coisa, pede ajuda! Ah, também há muitos tipos de chuveiro. Os que mais gostamos são os que tem 3 opções, jatos verticais, laterais ou chuveirinho. Agora descobrir como abrir é sempre um exercício de estimulação cerebral.

 

O humor se expressa nos banheiros, ou casas de banho, portugueses.

5. Como utilizar diferentes equipamentos nas casas alugadas – Esse é o barato de alugar apartamento ou casa pelo Airbnb. Primeira vez que usamos um cook top, aqui em casa temos um fogão com chama. Também tivemos que aprender a lidar com os aquecedores com temporizador. E a lava roupas de modelo diferente e com tudo escrito em francês?!?! Bem, experiências que,  se levadas com bom humor, são divertidas!

 

Aprendendo… O lindo apartamento do Chicco, em Bra, Piemonte, Itália. Airbnb.

6. Como nos movimentarmos, a pé, carregando uma mala com rodinhas e mochila – Definitivamente, não carregue muita coisa, nem no inverno, a velha fórmula 2 de cada e vai levando onde dá, pois muitas vezes há que se fazer percursos a pé, ainda mais se optar por se hospedar em centros históricos. É preciso saber que nos espaços peadonales, somente se pode acessar caminhando. É bem normal ver turistas arrastando suas malas. Então, o ideal é ter uma mala (não muito grande) de rodinhas e uma mochila, fica muito mais fácil se deslocar. Para os demais dias de caminhada, pode utilizar a mochila ou aquelas bolsas que ficam com a alça enviesada em seu corpo, deixando os braços livres. Não leve muito peso! O pouco peso da manhã se transforma em uma tonelada no final de um dia de caminhadas.

7. Como se adaptar aos fusos horários – o melhor é respeitar o horário local, logo na chegada. Mesmo que não tenhas dormido no voo, bora cansar o corpo para dormir bem na primeira noite local e, assim, se adequar mais rapidamente.

8. Como se vestir no inverno europeu – duas blusas térmicas e duas calças térmicas, mais uma boa luva e uma toca, umas mantas e um casacão. Se não tem isso, aproveita as liquidações. Nós compramos nossos casacos de frio com 60% de desconto no El Corte Inglês (Portugal não faz tanto frio, mas na França e no norte da Itália é bastante frio).

9. Como lidar com diferentes tomadas elétricas e andar com as baterias carregadas – Sobre fios, cabos e carregadores: Este é um item super importante, ainda mais para quem precisa e gosta de estar conectado e fotografar. Monte um kit viagem com alguns itens, como: adaptador universal de tomadas (leve 2 por pessoa), bateria externa para celular, um cabo de celular reserva (caso o seu arrebente ou perca). Só isso já vai diminuir um monte de incomodação. Imagina chegar num lugar e não ter como carregar seu celular ou bateria da máquina fotográfica!?!? Lembre também de levar cartões de memória da máquina fotográfica.

10. Como nos comunicarmos com o Brasil, sem gastar – Essa é óbvia para quem nasceu depois do advento da internet, mas nós somos do tempo em que pagava uma pequena fortuna para se comunicar com a família ou o trabalho. Era somente via ligação internacional. Ainda tinha uma atendente no meio do caminho. Bem, hoje basta acessar o Whats App, o Messenger, ou o Skype e falar sem pagar, desde que tenha WiFi, claro. E o mais legal, podendo ver a pessoa, se a conexão for boa! Bem, mas nem sempre há WiFi disponível. Na Itália é onde encontramos maior problema. Então adquirimos um sistema bem legal (nada de 3G ou operadoras de celular, que fica bem mais caro), o Wind. Acesse aqui e obtenha mais informações.

Num próximo post vamos falar das coisas subjetivas que aprendemos. Não deixa de se inscrever no blog e de curtir nossa Fan Page Viajante Maduro, ok?!?! 😉

Viajantes Maduros felizes! Sagres, Algarve, Portugal.

 

IMPORTANTE:

A viagem (Europe Trip) do Viajante Maduro (Itália, França e Espanha) não tem qualquer patrocínio, nem conflito de interesse. A opinião aqui expressa é a nossa verdade! A autoria das fotos é de Ivane Fávero.

Temos um pedido especial para te fazer. Pode ser? Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós. Então, agora vem o pedido: ao programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós e, quando você usa nossos links, gera uma pequenina comissão, que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. Agradecemos de coração!

Comentários