10 Motivos para Visitar Portugal

Portugal é um país fácil para ser visitado, é amigável, hospitaleiro e belo! Vive entre a tradição e a inovação e aproveita isso na oferta turística. Também é fácil se apaixonar pelo País, que nos cativa com sua despretensiosidade. Pequeno, mas múltiplo. Diferentes territórios se apresentam em poucos quilômetros de deslocamento. Vamos lá, hora de citar os 10 pontos que vieram à nossa mente, ao destacarmos as motivações para visitar Portugal!

Para embalar este post, sugerimos ouvir a música ‘Garotos’ (ou seria ‘Miúdos’) da Banda brasileira ‘Capital Inicial’, interpretada pela banda Dana. Acesse aqui!

10 Motivos para Visitar Portugal:

  1. O idioma – é muito bom termos o conforto de falarmos nossa língua e ouvirmos a mesma, com um sotaque diferente e encantador. É adorável ver como falam com os diminuitivos, um jeitinho tão carinhosinho, que dá vontade de dar muitos beijinhos!

Uma família não é um grupo de parentes; é mais do que a afinidade do sangue, deve ser também uma afinidade de temperamento. (Fernando Pessoa)

2. Terra mãe: é bom voltar a visitar nosso ‘país-mãe’ e encontrar nele a raiz de muito do que somos hoje. É ampliar a visão sobre nós mesmos e, assim, nos compreendemos melhor. Aí vai uma dica de livro: “O Português que Nos Pariu”, da Angela Dutra Menezes,  excelente e nos faz ter orgulho de nossa origem.

3. Voos diretos, partindo de vários estados com a TAP: É sempre bom voar com esta companhia e poder beber os bons vinhos de Portugal já nos céus do Brasil!

Gosto de sentar na janela…Seja qual for o destino!

O povo português é, essencialmente, cosmopolita. Nunca um verdadeiro português foi português: foi sempre tudo. (Fernando Pessoa)

4. Patrimônio cultural e natural abundante e diversificado. Isso vai da arquitetura, rica e diversa, passa pelo patrimônio imaterial, com destaque para a gastronomia (maravilhosa!), os vinhos (fantásticos, diversos, únicos e baratos!), a música (muito além do fado, que adoramos!) e as inúmeras expressões culturais.

Porto e Gaia. De Norte a Sul, cada lugar revela sua riqueza.

5. Várias e distintas regiões, com qualificadas experiências de Norte a Sul: de Lisboa para o Norte, encante-se com o Douro, o Porto, as cidades do Alvarinho e dos Vinhos Verdes. Em direção ao Sul, no Algarve, encontre patrimônio milenar, praias e belíssimos territórios, e não deixe de conhecer as ilhas dos Açores e da Madeira. Tudo tão próximo e com tanta facilidade de deslocamento, que dá gosto!

Da pedra, a uva.
Do trabalho, o vinho.

6. Preços: Portugal é um dos destinos mais baratos da Europa. Óbvio que pagamos em euro, mas é preciso saber que se pagam valores mais próximos à realidade brasileira e de outros países periféricos.

7. Gastronomia: sempre fico com dois corações neste sentido. Não sei se se come melhor na Itália ou em Portugal, mas é certo que são dois países onde há diversidade, fartura e qualidade. Ah, nos doces de Portugal são imbatíveis!

E os pastéis de Belém! Únicos, deliciosos!

8. Hospitalidade: a simpatia do português é certa. Destinam tempo e atenção para te atender, com cordialidade e carinho. Eles gostam muito de conversar, de desenvolver uma conversa. Essa hospitalidade também é refletida nos meios de hospedagem.

Carinho ao te receber. Em todos os lugares foi assim. Aqui em Viana do Castelo.

9. Enoturismo: existem mais de 75 municípios com oferta enoturística e mais de 15 rotas de enoturismo. Garantia de bons vinhos e qualidade de vida para quem vive e visita esses territórios.

Essa eu não conhecia: Negra Mole, do Algarve. Gostei do vinho!

10. Segurança: claro que sempre é importante estar atento e não ostentar, mas é inegável que nos sentimos muito seguros neste território.

Passear a noite, sem medo. Privilégio dos portugueses e de quem visita estas cidades. Aqui estamos na Ilha da Madeira.

E você o que considera ser a principal motivação?

Nós temos mais este motivo, mas é para poucos! O Arroz de Leite da Susana, uma querida amiga!

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa

Conheça nossa história:

No início de 2017 nos permitimos vivenciar uma experiência por 4 países da Europa. Veja post aqui e conheça nossa história.

Viajar! Perder países! Ser outro constantemente, Por a alma não ter raízes De viver de ver somente! Não pertencer nem a mim! Ir em frente, ir a seguir A ausência de ter um fim, E da ânsia de o conseguir! Viajar assim é viagem. Mas faço-o sem ter de meu Mais que o sonho da passagem. O resto é só terra e céu.  (Fernando Pessoa)

Importante:

Viajamos para Portugal atendendo o convite da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho – AMPV e, ainda, representando a Associação Internacional de Enoturismo – Aenotur, da qual a Ivane Fávero é Vice-Presidente para a América Latina. Ainda assim, obviamente, a opinião aqui expressa é a nossa verdade! A autoria das fotos é de Ivane Fávero e, excepcionalmente, de Rômulo de Freitas.

Agradecemos ao amigo José Arruda por todo apoio.

Comentários