Campanha Gaúcha – dias 5, 6 e 7 – Bagé, Dom Pedrito, Pinheiro Machado, Candiota e Caçapava do Sul

Olá! Estamos fazendo um roteiro de 7 dias pela Campanha Gaúcha. Confira como foram os outros dias aqui.

 

Imensidão e solitude, sentir o barulho do vento e a imensidão, o horizonte infinito que tanto nos agrada. Estar no Pampa Gaúcho é uma experiência incrível e contamos todos os detalhes dessa viagem e dos Vinhos da Campanha Gaúcha (link) por aqui. Seguimos para nossos últimos dias de viagem!

Em Dom Pedrito, iniciamos na Guatambu, vinícola que os nossos leitores mais pediam para visitar e que é realmente espetacular! Uma das melhores infraestruturas enoturísticas do Brasil e com excelente princípio de sustentabilidade implantado. As atividades enoturísticas estão retomando aos poucos, mas já há atendimento individual se for agendado com antecedência. Assim que possível, as demais atividades, como piqueniques e eventos, serão retomadas. No local, também percebemos a integração dos empreendedores da região, sendo que na vinícola também estão os azeites regionais. No interior do estabelecimento, na loja, caminhamos sobre um vidro que fica acima das pipas, da cave. “Melhor chão do mundo”, não acham? Fomos super bem recebidos pelas irmãs Gabriela e Mariana e, também, pelo Sr. Valter José Pötter, que cuidam com tanto carinho desta vinícola e seus produtos e experiências. A cada vez que visitamos, mais nos encantamos. Desta vez nos enamoramos pelo Jardim Isadora, que homenageia a sempre lembrada integrante da família.

Para quem deseja pernoitar em Dom Pedrito, há o Hotel Alexandre e, na gastronomia, indicamos o Cumbuca Café. Estivemos em outros momentos e os recomendamos.

Seguimos para Bagé e ficamos hospedados na Pousada Fazenda do Sobrado. O local completa 200 anos em 2020! A fazenda permanece fechada e ainda sem previsão de abertura (ficamos no espaço, pois também atuamos com consultoria na região). A Cátia sempre nos recebe com muita atenção! Gratidão!

Então, enquanto não reabrem, nossa dica é o Dallé Hotel, simples, mas com suítes com boa estrutura e localização estratégica.

Também em Bagé, a Vinícola Peruzzo reúne, na mesma propriedade, a vinícola, os vinhedos, o espaço de recepção e um amplo espaço de lazer. Há um ótimo espaço para aproveitar a natureza, realizar eventos (por enquanto, suspensos), caminhadas e também momentos de reflexão, como na Gruta de Santa Tecla. A empresa cultiva as uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Chardonnay e Marselan. Visitamos a Peruzzo em diferentes oportunidades. Desta vez não deu, quando estávamos a caminho o pneu de nosso carro furou e, como a agenda estava apertada, tivemos que deixar nosso retorno para outra oportunidade. Ainda assim nos encontramos com a Clori Peruzzo e seu esposo Lindonor, que nos ofereceram uma degustação dos vinhos. Sempre muito bons! Da mesma forma que as demais, estão atendendo com restrições no período da pandemia e é necessário agendar a visita.

Localizada entre Bagé e Dom Pedrito, a Estância e Vinhos Cerros de Gaya é outra boa opção de visita, pois mescla vinhedos e oliveiras e está delicadamente cercada por jardins. Aqui deverá se implantado, em breve, um Paradouro para o atendimento de turistas. A paisagem lembra a Toscana. Belíssima! A Eveline nos conduziu por uma visita, falando dos projetos futuros, mas próximos. Já no final do ano deverão estar abertos à visitação. Fundamental o agendamento.

No dia seguinte ainda fomos conhecer a Terra Pampa, empresa que está ligada ao projeto da Cerros de Gaya, onde é possível adquirir os azeites e vinhos da empresa e, ainda, de outros parceiros. A Terra Pampa, localizada próximo ao aeroporto de Bagé, produz azeites diferenciados, resultado de uma parceria de produtores de oliveiras da região.

Nosso próximo destino foi a cidade de Candiota. Aproveitando o dia chuvoso, visitamos a Batalha Vinhas e Vinhos. A empresa está com um projeto novo de ampliação da vinícola e da estrutura enoturística; já é possível visitar em horário comercial. O sócio e engenheiro agrônomo Giovâni Peres nos recebeu em trajes típicos gaúchos e, no futuro, será possível realizar novamente a experiência “Vinho de Bombacha”. Sempre nos encantamos com sua hospitalidade!

Próximo da Batalha, fica a Quinta do Seival, da Miolo Wine Group. Não visitamos, mas nos comunicaram que também já estão abertos à visitação turística. Cercada pelos imensos vinhedos foi possível observar a estrutura já pronta.

Também perto dali está a Bueno Vinhos, de Galvão Bueno, que já se disse um grande apreciador da região. Os vinhedos são realmente lindíssimos, mas ainda não está aberta à visitação, então contemplamos apenas pela rodovia. Em outros momentos já pude visitar, realmente um projeto encantador.

Se seguíssemos até Pinheiro Machado encontraríamos a Estância Guarda Velha – Azeite Batalha, o maior produtor de oliveiras e azeites do Brasil, considerado um dos melhores produtos do país no ramo e que conta, ainda, com boa estrutura de atendimento e possui oliveiras também em Candiota. Já visitamos a propriedade em outro momento, mas estamos querendo voltar, pois sempre há novidades por lá!

Voltamos para Bagé, onde visitamos também a Estancia Paraizo – onde não pudemos deixar de reparar em uma cortina maravilhosa de ipês amarelos. A Estância está restaurando um antigo casarão de pedra, um galpão, como uma estrutura enoturística, pra receber o visitante e também para realizar degustações e venda de seus produtos. Há ainda uma capela e também toda a estrutura de uma antiga estância da região de Bagé. História e o atendimento sempre carinhoso da família Mercio. Foi possível conversar, enquanto a chuva caia, com a Victoria e o Thomas, sobre os projetos futuros, com muita animação. Eles realizam alguns eventos inovadores por aqui, em tempos normais, como a observação de estrelas. Vale consultar a agenda futura (assim que possível).

Saindo da Campanha e já no caminho de volta pra casa, nossa próxima parada foi em Caçapava do Sul, que integra a Rota das Oliveiras. Lá ficamos em um local novíssimo e vamos contar essa super novidade em primeira mão! A Vila do Segredo, que completou apenas um mês (agora dois) e vamos apresentar para vocês uma vila portuguesa em Caçapava! A empresa tem produção de oliveiras em parceria com a Prosperato, faz os azeites e decidiu construir uma pousada inspirada nas construções portuguesas. Toda a experiência é inspirada no país europeu, incluindo a tematização dos quartos e o fado, música típica portuguesa, tocando ao fundo. Nosso quarto era super cheiroso e espaçoso e iluminado e com todo o conforto necessário. O Renato nos recebeu, juntamente com sua esposa Cinara e equipe da pousada, com muito carinho e atenção. Ele que também é vice-presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura – Ibraoliva – nos deu uma aula sobre a produção de olivas e azeite no Brasil. Já são 104 associados!

Em Caçapava, também fomos no Parque Pedra do Segredo, depois visitamos a fazenda e o empório da Prosperato e também  a Vila Progresso, que tem uma série de artesãos trabalhando com couro, lã e outros materiais.

Aqui concluímos o roteiro, mas ainda vamos fazer mais um post, consolidando todas as experiências da Rota dos Vinhos da Campanha Gaúcha.

Que tal acessar nosso roteiro: Na Rota dos Vinhos da Campanha Gaúcha – dia 1 (Itaqui)

Matéria sobre nosso segundo e terceiro dia na Campanha Gaúcha: Na Rota dos Vinhos da Campanha Gaúcha – dias 2 e 3 – Novidades em Uruguaina

Dia 3 e 4: Santana do Livramento


Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

Em todos os lugares mantivemos um comportamento de responsabilidade, ou seja, pelo Turismo Seguro, privilegiando os espaços que nos ofereciam segurança (Ambiente Limpo e Seguro), com relação ao Covid-19.

Ivane Fávero é consultora (para o Sebrae RS) dos vinhos da Campanha Gaúcha (enoturismo).

Esta matéria contou com a colaboração da publicitária Alexandra Ungaratto e da futura publicitária Lúcia Fávero Moraes.

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

A programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:

Comentários