Campo Grande – Turistando pela “Cidade Morena” do Mato Grosso do Sul

A Cidade Morena nos acolheu com tanto carinho, que nosso amor por Campo Grande só aumentou.

Nessa cidade já estivemos outras vezes, quer seja por motivos profissionais ou para visitar a Júlia, filha do Rômulo, que estudou (e se formou em jornalismo) na Universidade Federal daqui.
Foi aqui que vivemos a passagem, já contada em algum IGTV, de que um investidor de imóveis quis nos vender um e nos perguntou em que investíamos, ao que o Rômulo logo respondeu: em filhos!
Lembramos disso e rimos…
Nos acompanhe também pelo Instagram e Facebook.

Quer saber mais sobre Mato Grosso do Sul?

Acesse nossas outras matérias sobre o destino:

Mas voltemos à nossa viagem atual (2021) pelo Mato Grosso do Sul. Nos encantamos com tudo o que vimos e vivemos!
Da natureza inebriante de Bonito, a calmaria e a paz das águas do Pantanal, chegando a esta cidade acolhedora.
Aqui ficamos hospedados no excelente Hotel Deville, onde também tivemos um ótimo jantar e adoramos o café da manhã. Nos impressionamos com as práticas de turismo seguro e responsável, tão bem aplicadas. Realmente, nos sentimos muito confortáveis!
Depois fizemos o Tour da Experiência com o excelente guia Carlos Iracy (conhecido como Carlão).
Com o nosso Guia, conhecemos a Catedral de Nossa Senhora da Abadia Santo Antônio, marco religioso da fundação da cidade. O prédio original da igreja foi criado em 1912 pelo fundador da cidade, o mineiro José Antonio Pereira. Nos anos de 1980 ela foi praticamente reconstruída. Internamente, possui belos bancos em curva e impressionantes vitrais. A igreja foi elevada à condição de Catedral Metropolitana em 1991, quando da visita do Papa D. João Paulo II.
Ficamos encantados com a antiga estação ferroviária – Complexo Ferroviário de Campo Grande, que, hoje, alberga inúmeros espaços, inclusive um de convivência dos aposentados da RFFSA. Nesse espaço há mobílias, equipamentos e máquinas da época da ferrovia – em suma, um museu. O Complexo Ferroviário de Campo Grande é o segundo do Brasil tombado pela União como patrimônio histórico. O tombamento inclui 22 hectares e 135 imóveis. As casas eram construídas para abrigar os trabalhadores e as famílias deles enquanto prestavam serviço para a ferrovia. A Estação Central, a Vila dos Ferroviários, escritórios e oficinas estão entre os imóveis tombados pelo Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico Nacional. Fizemos uma verdadeira viagem no tempo, inclusive conversando rapidamente com alguns ex-funcionários da rodovia, que lá comparecem diariamente para conversar com os amigos.
Visitamos a bela Igreja de São Francisco, fundada em 1950 e de inspiração construtiva baseada na Espanha e Peru, que se encontra localizada no bairro do mesmo nome (São Francisco), que antes chamava-se Bairro Cascudo. Não conseguimos entrar porque ela se encontrava fechada. Ficou-nos a impressão de que essa igreja é a mais bonita das que conhecemos em Campo Grande – ela possui uma construção muito leve e, ao mesmo tempo, de extremo bom gosto.

Ao programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:


Depois, fomos conhecer o Mercado Municipal de Campo Grande (chamado de Mercadão). Ele é um dos símbolos de Campo Grande, tendo sido construído em 1957. Ele foi revitalizado em 2006, representando a identidade histórica e cultural da cidade, de um povo hospitaleiro. Ficamos maravilhados com as inúmeras bancas existentes dentro do mercado, lá encontrando-se de tudo, especialmente produtos da região. Do lado de fora do mercado (mas dentro do seu espaço), conhecemos três bancas de vendas realizadas pela nação indígena Terena, que vendem as diversas mercadorias por eles produzidas.
Também visitamos o enorme complexo administrativo, legislativo e judicial de Campo Grande, pois, afinal, o Município é a Capital de Mato Grosso do Sul. Nesse complexo encontra-se o Palácio das Comunicações, que possui uma singular torre da TV, com mais de 100 metros, com diferentes formas representando a arquitetura (quadrado, retângulo, losango e triângulo). Nesse momento, o super Guia Carlão nos ofertou um tereré (mate frio), e nós, como gaúchos, tomamos e gostamos – embora, diga-se, preferimos o nosso chimarrão por causa de nosso costume. Mas foi uma boa experiência degustativa, pois o tereré possui o mesmo perfil do chimarrão gaúcho – que é o encontro entre as pessoas, a camaradagem, a conversa, a prosa, a tertúlia.
Fomos recebidos em Mato Grosso do Sul pela Fundtur, aqui na foto representada pela Tânia que muito nos auxiliou. Também na foto o Guia Carlão e o gerente do Hotel Deville, Marcelo, onde nos hospedamos. Adoramos as camisetas que ganhamos e já saímos usando! Gratidão por todo apoio e hospitalidade!
Como foi um tour de algumas horas, não foi possível fazer todas as visitas aos locais de Campo Grande, pois eles são inúmeros. Esperamos vir aqui outra vez para melhor usufruirmos essa belíssima capital do Estado do Mato Grosso do Sul e conhecer seus outros atrativos, inclusive o grande aquário de água doce, que se encontra em fase de conclusão.

Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

Em todos os lugares mantivemos um comportamento de responsabilidade, privilegiando os espaços que nos ofereciam segurança (Ambiente Limpo e Seguro), com relação ao Covid-19.

O Viajante Maduro está fazendo uma Road Trip pelo Brasil, especialmente nas regiões Sul, Norte e Centro Oeste.

A viagem a Mato Grosso do Sul contou com o apoio da Fundtur-MS.

Esta matéria contou com a colaboração da futura publicitária Lúcia Fávero Moraes.

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

A programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:

Comentários