Como viajar de carro pelo Rio Grande do Sul em tempos de pandemia – Campanha Gaúcha

Acabamos de retornar de uma viagem de 7 dias pela Campanha Gaúcha. Acompanhe todos os detalhes aqui e uma pergunta muito comum que surge nesse período é sobre segurança e viagens de carro.

É possível, então, viajar de carro e com segurança em um período tão delicado como esse? Acreditamos que sim, desde que se tomem, é claro, os devidos cuidados.

O que podemos afirmar é que exige mais dedicação por parte do viajante. Além, obviamente, de preparar o carro é preciso também se preparar, e algumas coisas mudaram.

É necessário um bom estoque de máscaras, ou então ter que ir lavando pelo caminho (nós revezamos entre máscaras de tecido e algumas descartáveis). Além disso, é importante o uso constante de álcool gel nas mãos e muito álcool em spray nas superfícies. Levamos todos em boa quantidade, bem como folhas de papel toalha e toalhas umedecidas, que íamos passando em todas as superfícies. Muito apelo à higiene, sempre!

Uma vantagem de optar pela Campanha Gaúcha é que na região o distanciamento é natural. O isolamento acaba sendo presente pela distância entre as cidades e pela maioria dos espaços serem ao ar livre e com ótima ventilação (e de ter a presença do vento).

Só a parte delimitada pelos Vinhos da Campanha totaliza 44.365 km²! Inclusive, é importante salientar que a Associação dos Produtores dos Vinhos Finos da Campanha Gaúcha conquistou recentemente o selo do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A Indicação Geográfica (IG) confere o direito de uso do signo que atesta a origem da bebida. No caso da Campanha, a IG foi concedida na modalidade Indicação de Procedência (IP), cuja obtenção contou com fundamental apoio da pesquisa científica.

A localização da Campanha também é especial pelas coordenadas 29º e 32º de Latitude Sul, faixa de regiões vitivinícolas mundiais conhecidas: Chile, Argentina, Uruguai, África do Sul, Nova Zelândia e Austrália. A qualidade que o consumidor irá saborear na taça, atestada pelo selo da IP, é resultado de um processo que envolveu cerca de cinco anos de pesquisas, discussões e estudos de um grupo interdisciplinar sobre a região, que elaborou um dossiê, incluindo elementos científicos, gerados em projeto liderado pela Embrapa Uva e Vinho (RS).

Outro aspecto é que a que a região ainda está com pouca movimentação, começando a retomada, e o volume de turistas é bem baixo. E nossa grande recomendação é que, antes de ir, seja para uma atração turística ou para meios de hospedagem e alimentação, você consulte se o estabelecimento está seguindo todos os protocolos e se está praticando o turismo seguro e faça sua reserva com antecedência.

As estradas são, de modo geral, boas, com apenas alguns buracos pelo caminho; já nas estradas de chão, o recomendável é usar um veículo alto, especialmente em dias de chuva, para entrar nas fazendas e estâncias.

É possível, sim, manter a segurança em uma viagem pelo RS. A gente recomenda que o desconfinamento seja feito com responsabilidade e entendendo sempre que todos os lados devem evitar medidas desprotegidas para que a situação melhore da forma mais rápida possível. Para quem viaja e para quem recebe os viajantes, a responsabilidade é comum!

Um grande abraço e não deixem de comentar aqui embaixo o que acharam da nossa viagem.


  • Se você não acompanhou os textos anteriores, leia aqui como foi nosso roteiro de 7 dias pela Campanha Gaúcha:
  1. Na Rota dos Vinhos da Campanha Gaúcha – dia 1 (Itaqui)
  2. Na Rota dos Vinhos da Campanha Gaúcha – dias 2 e 3 – Novidades em Uruguaina
  3. Na Rota dos Vinhos da Campanha Gaúcha – dias 3 e 4 – Santana do Livramento
  4. Campanha Gaúcha – dias 5, 6 e 7 – Bagé, Dom Pedrito, Pinheiro Machado, Candiota e Caçapava do Sul

Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

Em todos os lugares mantivemos um comportamento de responsabilidade, ou seja, pelo Turismo Seguro, privilegiando os espaços que nos ofereciam segurança (Ambiente Limpo e Seguro), com relação ao Covid-19.

Ivane Fávero é consultora (para o Sebrae RS) dos vinhos da Campanha Gaúcha (enoturismo).

Esta matéria contou com a colaboração da publicitária Alexandra Ungaratto e da futura publicitária Lúcia Fávero Moraes.

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

A programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:

Comentários