Descubra Caxias do Sul – Serra Gaúcha! O Turismo de natureza e cultural no distrito de Criúva

Estamos em Caxias do Sul, a maior cidade da Serra Gaúcha. Hoje, no entanto, vamos descobrir e apresentar uma parte da cidade rural, com ares de interior e com um charme indiscutível. O encantador distrito de Criúva fica a cerca de1h do centro de Caxias (sim, o município é muito grande) e o acesso à sede do distrito é todo asfaltado.

Conhecido como o lado campeiro de Caxias do Sul, o distrito teve sua origem na época do tropeirismo e foi inspirado no nome da árvore típica da região. Além da vasta cultura trazida pelos tropeiros, Criúva é privilegiada pelas belezas naturais de seu interior: são cascatas, rios, matas nativas, rica flora e o maior recurso hídrico potável do município.

O distrito fazia parte do município de São Francisco de Paula até 1954, quando foi anexado à Caxias do Sul. Seus primeiros moradores, depois dos índios, foram os portugueses. Mais tarde, outros imigrantes – sobretudo italianos – foram responsáveis pela miscigenação existente no local.

As belezas naturais se mesclam com a tradição, a cultura e a hospitalidade do povo criuvense. Venha com a gente descobrir mais deste belo distrito!

Nos acompanhe também pelo Instagram e Facebook.

Cânion dos Palanquinhos

Você sabia que tem cânion em Caxias do Sul? Pois é, na Criúva tem!

Conhecido como o lado campeiro de Caxias do Sul, o distrito de Criúva teve sua origem na época do tropeirismo e foi inspirado no nome da árvore típica da região.

O Palanquinhos é o 1º Monumento Natural Tombado de Caxias do Sul – pedido feito pela Associação Pró-Desenvolvimento de Criúva (APDC).

São 230 hectares de vegetação preservada e o paredão chega a 110m em alguns locais. Estima-se que a formação geológica tenha cerca de 50 milhões de anos!

Recebemos uma aula do subprefeito, biólogo e agrônomo, que atuou por 32 anos como professor, Luiz Guiomar Gonçalves dos Reis. Nada como ouvir as histórias da região de quem conhece e vive aqui, não é mesmo?

O cânion ainda não conta com estrutura para receber turistas e é indicado que a visitação seja feita na companhia de guias. É possível fazer trilhas (de maior ou menor dificuldade) e rapel, jantar na mata e demais atividades sob agendamento com a Criúva Operadora (@criuvaoperadora).

Ponte dos Korf

Liga o distrito de Criúva (interior de Caxias do Sul) e Campestre da Serra.
Inaugurada em 1907, e restaurada em 1921, foi declarada patrimônio histórico e cultural do Rio Grande do Sul em 2006.
A ponte tem 108 metros de comprimento e 19,6 metros de altura. O assoalho é em madeira e os pilares são de pedra.

Foi a primeira construída sobre o Rio das Antas, ligando, na época, São Francisco de Paula (hoje em território de Caxias do Sul) e Vacaria (hoje em terras de Campestre da Serra), com o objetivo de transportar mercadorias ao centro do país e vice-versa.
Agradecemos muito a explicação do Luiz Guiomar Gonçalves dos Reis, subprefeito, biólogo e agrônomo, que atuou por 32 anos como professor.

Fazenda Bertussi, Casa Histórica e Memorial Irmãos Bertussi

O distrito de Criúva também é berço de uma das mais importantes marcas do tradicionalismo gaúcho: os Irmãos Bertussi.

Foi emocionante conhecer a casa onde nasceu a dupla ícone e tivemos a honra de sermos recebidos pelo Gilney, filho de Adelar, e pela esposa Sônia.

Adelar e Honeyde Bertussi foram os pioneiros da música gaúcha bailável e a primeira dupla de acordeonistas a gravar discos, em 1955. O legado ultrapassa gerações!

A história da família com a música começa com o patriarca Fioravanti Bertussi, que foi maestro da banda da Criúva. A banda da família, composta por Fioravanti e os quatro filhos teve início em 1940. Depois, a dupla formada por Adelar e Honeyde ganhou o Brasil e fez ressoar por todos os cantos a música gaúcha.

E é essa história que pode ser vivida e perpetuada na Fazenda e Casa Histórica. A casa começou a ser construída em 1932, sendo concluída em 1935. Na casa está parte do acervo pessoal, fotos, recortes de jornais, troféus e certificados.  Até 2008, o local serviu como a residência de Adelar, motivo pelo qual a maioria dos pertences é dele. A casa guarda, além da memória da família, outras recordações muito significativas, como ter hospedado por diversas vezes o músico Teixeirinha; possuir um sofá onde, na década de 50, sentou-se, o então presidente Getúlio Vargas, durante sua visita à cidade para a abertura oficial da Festa da Uva; e a enigmática visita de Luiz Gonzaga à casa, em 1964. Tudo regado, claro, às clássicas canções dos Bertussi!

Nas imediações da fazenda existe o Monumento aos Irmãos Bertussi, obra executada pela Prefeitura Municipal de Caxias do Sul, em 2008. O Obelisco simboliza o verdadeiro marco que a dupla (Adelar e Honeyde) representou à música brasileira. O local é muito visitado por turistas de todo o país.

Esta belíssima história – de Caxias e de todo Rio Grande do Sul – também pode ser conferida no documentário “Apresentação Fazenda e Casa Histórica Bertussi” lançado em agosto de 2021. O audiovisual é uma visita guiada, conduzida por Gilney.

A visitação ocorre sob agendamento, ao valor de R$ 10 por pessoa (visita guiada de 30min) e R$ 40 com música ao vivo interpretada pelo próprio Gilney Bertussi.

Contatos
Telefone: (54) 9 9676-6791
E-mail: gilneybertussi@gmail.com
Endereço: São Jorge da Mulada – Caxias do Sul – RS

Reserva Bertussi – Cachoeira da Mulada

Hora de conhecer mais um empreendimento com herança da família Bertussi! História e paisagens de tirar o fôlego no mesmo lugar.

Desde janeiro de 2020, o povoado de São Jorge da Mulada, Criúva, distrito de Caxias do Sul, conta com o atrativo natural da Reserva Bertussi – Cachoeira da Mulada:  a reserva conta com trilhas autoguiadas, bosques, a própria Cachoeira da Mulada e paisagens lindíssimas. Fomos recebidos pela Samantha Bertussi, que coordena a Reserva ao lado da mãe, nos explicou a história da propriedade e nos acompanhou nas trilhas.

A história do local tem início na década de 40, quando Fioravante Bertussi construiu uma usina no rio da Mulada, produzindo energia elétrica para as localidades de Criúva, São Jorge da Mulada, Agudo e Fundos da Serra. Um marco para o desenvolvimento local, pois permitiu a geração de energia para toda a região.

A Cachoeira da Mulada possui vários pontos de queda e há diversos locais para contemplar. É importante ter bom condicionamento físico, estar com calçado firme e roupa confortável.

São 3 trilhas de nível fácil: Cachoeira parte de cima, Queda do Sabão e Trilha do Rapel, que levam a diferentes pontos da Cachoeira com pequenas cascatas e corredeiras. Tempo médio de caminhada: 15 minutos em cada.

A Trilha Pé da Cachoeira é considerada de nível severo e possui descida íngreme (tempo médio de caminhada de 1h – total de 1,5km ida e volta). E é claro que encaramos! Até porque a paisagem compensa muito. Lá na parte de baixo, temos a vista integral da Cachoeira. Uma delícia!

O custo para acessar a Reserva é de R$ 20 por dia e o visitante aproveita toda a infraestrutura. O ingresso inclui seguro aventura.

Estão disponíveis também cestas de piquenique (para duas pessoas custa R$ 80), com pão caseiro, tábua de frios, geleias, biscoitos e doces e suco de uva (foto X). A novidade é que agora também há pizzas artesanais de longa fermentação e sorvetes!

O local também recebe alguns eventos como aulas de yoga e acampamentos.

Horário de atendimento

A Reserva Bertussi abre aos finais de semanas e feriados.

Durante a semana, é possível agendar para grupos.

Contatos
Telefone: (54) 9 8118-3998
Instagram: @cachoeiradamulada
E-mail: reserva@cachoeiradamulada.com.br
Endereço: Estrada Nossa Senhora de Fátima 500 Vila, Estr. São Jorge da Mulada – Criúva – Caxias do Sul – RS

Onde comer na Criúva

O restaurante Glória fica no centro de Criúva e a comida caseira é maravilhosa! Feita no fogão a lenha, onde nos servimos, com todo o cuidado de quem faz o que ama. O buffet livre custa R$ 25 e o restaurante abre todos os dias a partir das 11h!

Contatos
Telefone: 54 3267-8162
Endereço: Rua XV de Novembro, 375 – Centro de Criúva – Caxias do Sul – RS


Esta é uma série sobre a ampla e qualificada oferta de Caxias do Sul. Viajamos a convite da Prefeitura de Caxias do Sul e contamos com o apoio do Sebrae RS.

Agradecemos a recepção do Secretário de Turismo de Caxias do Sul, Enio Martins, da diretora de Turismo Renata Costa, e do motorista Fábio Devez e de todos os empreendedores que nos receberam em Caxias do Sul!


Confira as demais atrações desta bela região gaúcha:


Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

A série de textos sobre Caxias do Sul contou com a produção textual da publicitária Alexandra Ungaratto e fotos e vídeos da futura publicitária Lúcia Fávero Moraes, sempre com nosso acompanhamento e, principalmente, nossa experiência e vivência, especialmente da Ivane Fávero que foi a consultora responsável pela elaboração do Plano Municipal de Turismo do município.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, no Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

 

Comentários