Destino Romântico: Verona, Itália

Já havíamos visitado Verona, há alguns anos, brevemente, conhecendo os lugares mais tradicionais, como a Arena e a Casa da Julietta. Pensamos que dois dias seriam suficientes para usufruir o que esta cidade oferecia. Não foi! Partimos de Verona em débito conosco mesmo e com a certeza de que queremos voltar.

Romeo e Giulietta, ou seria Rômulo e Ivane 😉 Casa da Giulietta – Verona!

Claro que parte deste débito deve-se ao fato de que fizemos programas que nos deslocaram da cidade, como a visita a Valpolicella (veja post anterior), fomos até Conegliano assistir à apresentação do Coro Tramontina (que foi linda e emocionante e pela qual agradeço o apoio e hospitalidade do Prefeito Floriano Zambon)  e o lindo presente que ganhamos, surpresa, uma visita a Sirmione (será motivo de uma próxima postagem), mas o breve tempo que ficamos, em duas ou três vezes que já aqui estivemos, nos permitem indicar algumas coisas bem especiais!

Para ver, Verona!

Primeiramente, visite Verona! Vale a pena sim!

Segundo, procure se hospedar próximo ao Centro Histórico. E sobre isso temos uma dica muito especial! Algumas vezes, durante uma viagem mais longa, é muito bom se hospedar numa ‘casa’, ou seja, um lugar que ofereça o conforto de um espaço maior, com quarto, sala-cozinha, banheiro, que possibilite cozinhar (ou esquentar um lanche), lavar uma roupa, estar mais à vontade. Por isso, quando temos mais dias numa cidade, optamos pela hospedagem por meio do AirBnb. Claro que, também fazemos isso motivados pela busca da redução das despesas da viagem. Quando nos propomos viajar por quase dois meses, estabelecemos uma diária que girasse em torno de € 50,00 (ou R$ 200,00 na conversão da época), para duas pessoas, o que estamos conseguindo com êxito e boas experiências. Mas, para isso, é preciso pesquisar muito. Bem, a gente já vai dar a dica, avalizada pelo Viajante Maduro: Juliet Room fica na traversa di Piazza Cittadella, muito próximo de tudo o que poderão visitar a pé. A anfitriã, Sabrina, é muito cordial e nos brindou com dicas e uma simpática acolhida.

Juliet Room, excelente opção de hospedagem pelo sistema AIRBNB.

Terceiro, reserve alguns euros a mais para algumas experiências gastronômicas significativas. Sim, numa viagem mais longa nós estabelecemos que iríamos proceder da seguinte forma, já que as refeições fora de casa podem ser muito caras. Faríamos um lanche (sim, estes de rua, ou num balcão, onde se pode comer um paninho, um panzerotti, um tramezino, uma pizza) ou comeríamos em casa, mas em alguns momentos nos permitiríamos desfrutar de uma experiência gastronômica mais significativa. Jantar no Antica Bottega del Vino foi esta experiência! Outro achado do Viajante Maduro!

Antica Bottega del Vino, em Verona! Uma das melhores cartas de vinhos do mundo!

Digo que as entidades da boa gastronomia sempre nos indicam o melhor! Caminhando sem destino (sim, porque algumas vezes todos devemos nos permitir caminhar sem guias, sem dicas, sem destino), desvendando o que a cidade poderia nos oferecer numa fria noite, do mais frio inverno dos últimos anos na Europa, nos deparamos com uma simpática fachada, com barris de vinho e folhas no entorno das janelas, de onde saía um animado burburinho de pessoas. Entramos e nos encantamos com a energia do lugar.

A foto não está boa, mas vale para imaginar o animado ambiente.

O restaurante é reconhecido por sua carta de vinhos, entre as três melhores da Itália! Recebeu prêmios como o “Wine Spectator Excellence”, da revista Wine Spectator, nos de 1996 até 2003 e, ainda, o prêmio “Wine Spectator Grand Award“, no ano de 2015.

A impressionante carta de vinhos!

A sommellier nos apresentou a escolha, um vinho Amarone, destacando suas qualidades e comentando que os vinhos da carta, que mais parece uma bíblia do vinho, provêm de várias partes da Europa e algumas da América.

A estupenda carta de vinhos!

Bem, comemos uma deliciosa sopa de cebola e um risoto ao Amarone e me penitencio (eu, Ivane, apaixonada por vinhos) até hoje por não ter pedido para visitar a adega. Por favor, se você for lá, não deixe de pedir e nos conte depois!

A deliciosa sopa de cebola!

No mais, se fores no verão, não deixe de assistir aos espetáculos da Arena de Verona. Minhas irmãs foram assistir à Ópera e relatam que foi uma das experiências mais lindas que já viveram na Itália.

Mas, se for inverno, ainda assim vale visitar o lugar que, por dentro e por fora, é belíssimo! Ah, e podes aproveitar e patinar no gelo!

Arena de Verona e a provisória pista de patinação no gelo.

Ah, e aproveite para comprar algum artesanato local. Adoro os aventais daqui, sendo que eles podem bordar com o nome da pessoa que está comprando ou será presenteada. Um lindo ‘regalo’.

Por último, viver é um lindo ‘regalo”! Viajar intensifica a vida!

Boa visita a Verona!

Verona, ainda, decorada para o Natal!

 

Comentários