fbpx

Garibaldi Vintage, o evento mais querido da Serra Gaúcha

10 dicas do que fazer e como melhor aproveitar

Já no início deste texto é importante que eu declare minha parcialidade ao falar de Garibaldi. Sim, esta é a cidade que me acolheu para trabalhar e que me cativou para adotá-la como meu lar. Depois, acabamos (eu e a cidade de Garibaldi) conquistando o Rômulo para aqui também viver. Sempre dissemos que esta é a cidade que vamos querer morar até morrer, mas antes disso há muito para se viver, aqui e em todo esse lindo planeta Terra!

 

Atenção/atualização:

próxima edição do Garibaldi Vintage

saiba mais aqui.

Nem todos leitores do Viajante Maduro sabem, mas sou turismóloga (saiba mais no link ‘Sobre” do blog) e atuei na gestão pública do turismo deste município por quase 12 anos. Pois foi nesta atuação que, no final de 2013, angustiada com a necessidade de criar um evento novo para o período da vindima (colheita da uva no verão), me perdi em pensamentos na noite e, ao acordar, pensei: “temos um centro histórico lindo e charmoso (que ainda precisava de melhorias na época), excelentes espumantes (vinícolas) e gastronomia (restaurantes) e muitos colecionadores de carros antigos… o centro tem seus prédios, na maior parte, do período de início dos anos 1900 e, ao pesquisar na internet qual a característica deste tempo, encontrei o termo ‘vintage’ que também se refere a grandes safras de vinhos (especialmente os vinhos do Porto utilizam a denominação). Voilá! Aí estava concebido o evento!

Claro que sempre afirmo que a inspiração de uma ideia é contaminada por todas as vivências que tivemos e todo o pensar coletivo, mas a adversidade não só é ter ideias inspiradoras, mas também colocá-las em prática, e aí se apresentou o grande desafio. O primeiro apoio veio dos restaurantes da cidade, já reconhecidos pela qualidade da oferta gastronômica, mas ainda desconhecidos por boa parte da população. Foi aí que encontramos o gancho para cativar a adesão de todos os que participaram da primeira reunião. Ainda lembro do momento como uma fotografia mental! Gratidão pelo apoio de todos, sempre! Depois foram se incorporando umas poucas vinícolas e os maravilhosos carros antigos! Com o apoio de todos e a crença do poder público, realizamos a primeira edição em 21 de fevereiro de 2014 e, a partir daí, passou a se repetir em duas edições anuais (fevereiro ou março e outubro ou novembro).

Bem, quem viveu esta história deve lembrar que a chuva marcou as primeiras edições mas que, nem mesmo assim, o evento deixou de conquistar um público cada vez maior e mais apaixonado!

E neste final de semana tivemos a honra de participar, como blogueiros convidados, da 11ª do Garibaldi Vintage, que segue sendo promovido, com muito carinho, pela Secretaria de Turismo e Cultura de Garibaldi. E agora deixarei de falar na primeira pessoa  e relatar a história deste evento que vivi e contarei sobre a experiência que tivemos no evento deste ano, como visitantes. Ah, já fica a dica para você agendar a data de 08 de novembro e participar da 12ª edição!

Próximo Garibaldi Vintage:
08/11/2019


Garanta já seu hotel!
Reserve aqui! 

 

Garibaldi Vintage – 10 dicas do que fazer e como melhor aproveitar

  1. Primeiramente, cabe afirmar que é importante chegar cedo! Sim, o evento só acontece na sexta-feira à noite e termina por volta das 24h, assim, se quiser aproveitar melhor, chegue antes das 19h;
  2. Saiba que o evento acontece na Rua Buarque de Macedo e adjacências, em pleno Centro Histórico de Garibaldi (onde está a Rota Turística Passadas – A Arquitetura do Olhar). A rua por si só é um charme e, com o evento, fica ainda mais linda. Os prédios são, na maioria, do início dos anos 1900 (ou final de 1800) e, recentemente, a Buarque recebeu importantes melhorias, com a fiação subterrânea, alargamento e uniformização das calçadas e postes com iluminação especial e sonorização, além do paisagismo. Aproveite esse rico patrimônio!;
  3. Visite o site http://turismo.garibaldi.rs.gov.br/ bem como o evento na Fan Page Turismo Garibaldi e já escolha, no cardápio dos restaurantes, sua opção de prato ou pratos, assim evitas ficar circulando desnecessariamente sem saber o que escolher. Saiba que os excelentes restaurantes de Garibaldi oferecem desde lanches como o tradicional ‘choripan’, os hamburgueres e outros petiscos, como o camarão empanado, até pratos mais elaborados, como massas, polenta, risotos, etc. Há opções para vegetarianos, se for o caso: pesquise. As embalagens são descartáveis, assim saiba que vais estar degustando pratos reconhecidos, mas com toda a informalidade de um evento de rua ;
  4. Aproveite para conhecer as principais vinícolas de Garibaldi e a diversidade de excelentes espumantes. Também neste caso, veja o mapa de localização (divulgado sempre antes do evento) e aproveite para provar as diferentes opções da nobre bebida. O evento oferece uma taça de acrílico, boa para o consumo dos espumantes, mas se desejar beber em uma taça de vidro ou cristal, leve de casa, de preferência com um porta taça, esses de pescoço, mantendo as mãos disponíveis para comer, fotografar e dançar!;
  5. Se sua predileção for pelas cervejas, saiba que Garibaldi possui excelentes cervejarias artesanais e todas se fazem presente no Garibaldi Vintage. Dá para provar as diferentes marcas e estilos de cervejas, todas numa única rua. Reserve um tempo para uma proza com estes cervejeiros, há boas histórias para serem ouvidas;
  6. Os carros antigos se localizam na Rua Rio Branco, esquina com a Buarque. Não deixe de circular e se encantar, especialmente com os mais antigos (adoramos os fabricados até 1960!). As associações de carros antigos de Garibaldi e de Bento Gonçalves (VeteranCar e Antigar) são as responsáveis por trazer, com seus associados, estas belezuras;
  7. As apresentações artísticas acontecem na rua, quando coros, quartetos ou grupos de teatro circulam e se apresentam, interagindo com o público, geralmente mais cedo; podem também acontecer nas sacadas ou em algum palco (o mais tradicional tem sido nas sacadas dos prédios históricos). Fique atento, pois algumas apresentações possuem curta duração;
  8. Um evento tão bacana e que só acontece numa noite (duas edições por ano) só poderia atrair um grande público (já chegou a 15 mil visitantes), o que pode dificultar o acesso e o estacionamento. Assim, venha disposto a deixar o carro em ruas mais distantes e, obviamente, calce um calçado confortável, pois é noite para caminhar;
  9. As mesas são um apoio para o momento em que você vai comer e degustar sua bebida preferida, mas não conseguem atender a todos os participantes. Assim, é de bom tom (educação e cordialidade), não ficar a noite toda sentado numa mesa, enquanto muitos não conseguem um apoio para suas refeições ou breve descanso. O bacana do evento é circular e ir provando as diferentes ofertas, além de conversar com os responsáveis pelas tendas espalhadas pela Buarque de Macedo. Ah, é muito bom ir caminhando, encontrando amigos e recebendo (e dando) muitos abraços;
  10. Por último e não menos importante: venha trajado, com um vestuário da época dos anos 20 a 60. É isso que dá todo o charme para o evento! O Garibaldi Vintage é o que hoje definimos como cocriação, assim não só participamos, mas fazemos, conjuntamente, o evento mais prazeroso e charmoso. Uma observação, pode esfriar durante a noite, traga um casaquinho;

A apresentação dos novos trajes das soberanas da Fenachamp 2019: Rainha Aline Bortolini, Princesas Rafaela Cappelari e Tainara Correa.

Afora essas dicas, cabe ressaltar que um dos aspectos que mais encantam os visitantes é a energia deste evento! Um evento que pode ser frequentado por famílias, por todas as idades, por pessoas que buscam a alegria, com paz, descontração e informalidade. Um dos dados que mais nos entusiasmam é saber que em todas estas edições não houve um problema sequer de segurança ou atendimento de saúde. Sim, há policiamento e ambulância para propiciar a segurança dos frequentadores, mas é o público que faz o evento e, até hoje, tem sido um dos fatores mais importantes para o sucesso deste evento.

Blogs Convidados:

Adoramos acompanhar tão aprazível grupo de blogueiros e convidamos você a segui-los também: @umamimag @culinarismo @monicamoras @eduviero @blogeduardoemonica @claudiarodriguespegoraro @nacaronadaquel @instaconhecendoomundo @inspireeattive @amoserragaucha @cafeviagem @lugarsinonimo  @destemperados

Um agradecimento especial à equipe da Secretaria de Turismo e Cultura, especialmente ao Secretário Paulo Salvi e a Melina que nos acompanharam. Abraços, Rô e Ale!

 

Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

A futura publicitária Lúcia Fávero Moraes colaborou como fotógrafa/diagramadora/editora.

O convite para participar do Garibaldi Vintage foi da Secretaria de Turismo e Cultura de Garibaldi, se mesmo que participaríamos de qualquer jeito 😉 !

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

A programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:

Comentários