PORQUE VIAJANTE MADURO

Quando decidi fazer um Blog, relatando as experiências de viagens minhas e de meu esposo, o fiz motivada por uma pesquisa de mercado, identificando o perfil dos blogs de viajantes. Fiquei surpresa ao perceber que a maior parte eram feitos de jovens para jovens. O que mais havia eram relatos de viagens de mochileiros, viagens de famílias com filhos pequenos, mas poucos relatos de viagens para pessoas mais velhas. Bem, decisão tomada, passamos a refletir sobre qual seria a denominação de nosso blog. Não nos consideramos ‘velhos’ dentro do conceito ocidental, também não queríamos adotar as denominações que tentam burlar com a real idade que temos, como ‘juventude acumulada’ ou ‘melhor idade’.  Ao ler o livro Maturidade: A responsabilidade de ser você mesmo, Osho, 2012, entendi que essa seria a verdadeira e mais adequada denominação.

Envelhecer não é nada que você faça; envelhecer é algo que acontece fisicamente. Toda criança nascida, com o passar do tempo envelhece. A maturidade é algo que você leva para a sua vida – que vem da consciência.

Estamos numa idade em que a vida pede urgência para ser vivida! Temos consciência, a cada dia, de nossa proximidade com a morte. Estamos na linha descendente do tempo e não temos mais muito tempo hábil para conhecer todos os destinos do mundo que desejamos conhecer!

A maturidade não tem nada que ver com suas experiências de vida. Tem que ver com a sua jornada interior, com a sua experiência interior. Quanto mais um homem se aprofunda em si mesmo, mais maduro ele é.

Entendemos que essa primeira longa viagem também é um caminho filosófico. Como dizia António Machado (poeta espanhol, 1875-1939), nos versos de Proverbios y Cantares: “Caminhante, são teus passos o caminho e nada mais/Caminhante, não há caminho/Faz-se o caminho ao andar”. Seguiremos por distintos caminhos, que nos provoquem o estranhamento e, com ele, uma nova percepção de vida.

Assim, surgiu o Viajante Maduro. Ainda estamos em busca da linguagem ideal. Acreditamos que isso surgirá na viagem que faremos em janeiro e fevereiro, passando por alguns países da Europa, onde trabalharemos, aprenderemos e nos divertiremos. Esperamos que gostem do que compartilharemos e contamos com vosso feedback, em busca da qualificação constante!

dscf0728
Nós, felizes, no Peru! Esperamos seguir felizes na próxima viagem que faremos! Foto: um ilustre e desconhecido turista.

Comentários