Ushuia – Terra do Fogo – o fim do mundo!

Chegar ao Ushuaia foi emocionante – e muito! Faz valer qualquer desgaste com o processo migratório para chegar até aqui de carro. A beleza da natureza se descortina a cada quilômetro, seja quando a aridez da paisagem litorânea da Patagônia vai dando espaço para um verde lindo, circundado pelas majestosas montanhas dos Andes, pelos tons de verde esmeralda dos lagos ou, ainda, pelas flores coloridas contrastando no caminho.

Ushuaia está localizada no extremo sul da Patagônia /Argentina, o fim do mundo ou, como alguns preferem: o começo de tudo. Está rodeado pelo mar e pela serra. De onde você parar, você poderá ver um dos dois e se surpreender com as cores e a imensidão da natureza presente na cidade.

A origem do nome tem tudo a ver com a história de Ushuaia! Acredita-se que os primeiros desbravadores destas terras chegaram a pé ao que é hoje a Ilha Grande (ou Isla Grande, em espanhol), há mais de onze mil anos.
Antigamente, a Terra do Fogo era habitada pelos povos Selknam ou Onas, Haush, Alakalufes e Yámanas. Estes últimos, nômades, deslocavam-se em canoas pelas águas do Canal de Beagle e das ilhas do sul.

A vinda dos europeus trouxe junto o batismo da “Terra do Fogo”: em meados de 1520, o português Fernão de Magalhães, a bordo de sua expedição ao extremo sul da América do Sul, se deparou com grandes fogueiras acesas pelos índios nas margens do estreito e, em virtude disso, batizou a ilha como Tierra del Fuego. Entretanto, foi somente em 12 de outubro de 1884 que Ushuaia foi fundada e virou realmente um território argentino.

Vamos às atrações de um lugares mais místicos do planeta?

Ficamos cinco dias em Ushuaia, no verão de 2022

(confira os demais posts dessa viagem aqui.)

Passeio do Trem do Fim do Mundo e Parque Nacional do Fim do Mundo

A mágica de viajarmos nesse trem, reativado em 1994, não se restringe à triste história dos presos que muito o utilizavam para irem trabalhar e buscar madeiras para si e para a própria comunidade que então vivia na cidade. O trem unia a prisão de Ushuaia aos campos de trabalho forçado realizado pelos detentos. O que mais nos impactou é o fato de que essa linha é do extremo sul do mundo, e não temos notícias de que exista outra linha de trem tão austral quanto a que viajamos como turistas.

Esse comboio do fim do mundo é um dos meios com o qual visitamos o Parque Nacional da Terra do Fogo – este é um parque argentino com quase 70 mil hectares e se localiza na parte extrema do sudoeste da ilha, a 12 km da Ushuaia. Ficamos encantados com a história narrada enquanto viajávamos.

São utilizadas narrações em seis (6) línguas, inclusive a portuguesa. Quem vem a Ushuaia não pode perder essa experiência ícone, haja vista que essa linha de trem é permeada de histórias, especialmente as que envolviam os mais perigosos detentos da Argentina, que iam para a prisão de Ushuaia, onde era praticamente impossível sair.

Afora a história dos presos que utilizavam esse trem, o que mais nos encantou foi o fato de que viajamos na linha de trem mais austral do Planeta! Recomendamos essa experiência bastante significativa.

  • Valor: 4.900,00 pesos (trem) + 2.100,00 (parque) – algo como R$ 210 (por pessoa).
Contatos
Telefone: +549 (2901) 301141
E-mail: info@trendelfindelmundo.com.ar

Nos acompanhe também pelo Instagram e Facebook.

Voo de helicóptero

Superamos nosso medo e andamos de helicóptero: sobrevoamos o Canal Beagle (a união dos oceanos Atlântico e Pacífico), Ushuaia, Lagoa Esmeralda e Cordilheira dos Andes. E ainda teve brinde surpresa no ar – no coração dos Andes!

A emoção tomou conta! Medo, alegria, êxtase… sentimentos intensos aqui no chamado “fim do mundo”. A Heliushuaia (@heliushuaia) foi perfeita em tudo – inclusive nos pousos, muito suaves. A Cecília e o Daniel são excelentes profissionais e nos deram muita segurança, tanto antes do voo como já no ar.

Inicialmente, há uma explicação em vídeo com instruções gerais e depois fizemos o passeio que leva em torno de 20 minutos e é de tirar o fôlego.

  • Valores: US$ 115 a US$ 2.240 (de 15 minutos a meio dia). O que fizemos (Lagoa Esmeralda) tem o custo de US$ 210 por pessoa (com o plus do brinde) e demora 20 minutos.

O voo mais vendido é o da aterrissagem em cima dos Andes, com sobrevoo ao Cerro Castor e subida no topo da Cordilheira (US$ 370).

Os helicópteros levam até 3 pessoas e os voos devem ser agendados com a empresa. Os passeios estão sujeitos ao clima do dia, mas ocorrem durante todo o ano.

Contatos
Telefone: +54 (2901) 444 444 | +549 (2901) 600146
Instagram: @heliushuaia
E-mail: info@heliushuaia.com.ar

Navegação Canal de Beagle – Rumbo Sur

Navegar no Canal Beagle – Ushuaia – Patagônia – Argentina era um sonho, até essa viagem e se tornou realidade! Uma linda e feliz realização!

Chegamos mais cedo do agendado (8h45min) na agência Rumbo Sur (@rumbosurexcursiones), localizada junto ao porto, e retiramos os bilhetes (Custo de 5 mil pesos, algo como R$ 150). Adentramos no Porto, passando pelos oficiais que realizavam os procedimentos de controle da Covid-19. Esperamos uns minutinhos e entramos no Barco Yaghan! Muito confortável, climatizado, espaçado e possibilitando excelente visão da paisagem. Mas claro que queríamos sentir a paisagem mais próxima e fomos até a área externa, onde é possível circular durante o passeio.

O vento, o cheiro do mar (seria dos mares? já que aqui o Pacífico se une ao Atlântico), a vista dos telhados coloridos de Ushuaia e a apreciação de animais tão distintos, fizeram nossa alma se encher de beleza e emoção!

Aí surge o mítico Farol do Fim do Mundo e fomos surpreendidos com mais emoção ainda, pensando nos desbravadores desta região (inclusive o militar que implantou o farol para demarcar a presença da Argentina), mas antes deste os anglicanos e, bem antes, os povos originais.

Como conseguiram enfrentar a dureza deste clima, sem a estrutura de hoje? Ah, aproveitamos para registrar o momento contratando o serviço que oferecido a bordo. Nossa fotógrafa foi a Marina da “Fotos Ushuaia Patagonia Argentina”.  Inesquecível!

Contatos
Telefone: +54 9 (2901) 46-8183
E-mail: informes@rumbosur.com.ar

Lagos 4×4 – Tierra del Fuego Aventura

Nossa aventura foi com a Tierra del Fuego Aventura (@tierradelfuegoaventura) para visitar os lagos! Foram 120 km percorridos. O passeio custa 12 mil pesos, mais ou menos R$ 350 por pessoa, tem duração de 7 a 8 horas com café da manhã e almoço incluídos. É o passeio mais vendido da empresa que também oferece outras opções.

Passamos por lindos caminhos de bosques de lenga (planta típica e a mais presente) e logo chegamos ao primeiro lago, o lago Escondido. Depois seguimos até a reserva florestal Bombilla e ficamos sabendo do impacto ambiental causado pelos castores, que chegaram ao local em 1946 e já provocaram a destruição de 4% dos bosques, roendo e derrubando as arvores!

Logo após, em um cenário lindo, foi servido o café da manhã! Local sem internet, sem sinal de celular, onde a conexão com a natureza é intensa e especial. Que momento!

Nosso guia e motorista, o Walter, também foi responsável pela trilha sonora da aventura, deixando tudo ainda mais divertido, mesmo nos trechos mais radicais! Dividimos o passeio com mais quatro turistas de Israel.

Depois de mais estradas desafiadoras chegamos ao Lago Fagnano. Uma beleza de paisagem! Os carros 4×4 da @tierradelfuegoaventura oferecem todo conforto mesmo com a radicalidade do passeio, inclusive na parte em que andamos sobre a beirada do lago.

Para o almoço, paramos num refúgio e aproveitamos um belo assado com vinhos e tudo! Também é possível solicitar optar por almoço vegetariano. Aproveitamos para caminhar pelo bosque comtemplando o lago e os Andes. Que benção!

Contatos
Telefone: +54 (2901) 431209 | +54 9 2901 600177
E-mail: comercial@tierradelfuegoaventura.com

Lagos Off Road Baqueanos –  Ushuaia

Sabe quando se gosta demais de um passeio? Pois adoramos tanto os lagos que repetimos o destino, mas agora com a Baqueanos de Tierra del Fuego (@baqueanostdf). Já nesse dia, foram 140km!

Os primos Jorge, Veki e Juan são os sócios que nos receberam, guiaram, dirigiram, cozinharam e exerceram a hospitalidade “fueguina” (de quem nasce na Terra do Fogo). Além de atenciosos e ótimos guias, nos explicaram muito sobre a história de Ushuaia, onde sempre viveram (a família é de origem croata).

Jorge lembrou muito “os gaúchos da fronteira”. Nos sentimos em casa. Veki é turismóloga como eu!  Dinâmica e ótima motorista!

Começamos o passeio no Centro Invernal Tierra Mayor, onde no inverno fazem vários esportes pois o local fica coberto de gelo e neve. Dica: se quiser andar em trenó com cachorros, venha no inverno.

Agora, no verão, a paisagem está coberta pela turfa, (vegetação) o solo tem bastante umidade e fica parecendo que pisamos numa esponja.

Pegamos a estrada rumo ao Passo Garibaldi, cruzando a cordilheira. No inverno, a estrada também fica encoberta pela neve e os carros são adaptados para trafegar sem maiores riscos.

Ainda andamos um trecho da antiga Ruta 3, antes de avistarmos o Lago Escondido, mais uma vez (em vários dias do ano, o Lago fica encoberto pela neblina, escondido mesmo e daí o nome e sua coloração também varia conforme o dia, dependendo da cor do céu – pode ser um lago diferente a cada visita!).

No passeio de hoje também tivemos companhia de duas professoras de Mar Del Plata e um dos assuntos – além das paisagens – foi o mate, que sempre nos acompanha.

No caminho, provamos a fruta calafate (lembra bastante o mirtilo), que também dá nome à cidade e que dizem que quem prova volta: assim esperamos!

Logo depois chegamos num dos refúgios da @baqueanostdf onde há vários e lindos cavalos, que também fazem passeios com turistas.

Voltamos à Ruta 3 para chegar em seguida ao Lago Fagnano outra vez e também ao refúgio onde tomamos o café da manhã, com direito a deliciosas facturas argentinas.

Caminhamos mais pelo bosque, apreciamos o lago, e ainda resolvemos cavalgar e adoramos a experiência de andar a cavalo pelos bosques da patagônia, no fim do mundo!  De volta ao refúgio do Lago Escondido, caminhamos mais pelo bosque, apreciamos o lago, e ainda resolvemos cavalgar, no fim do mundo! Cavalgar no meio do bosque de Lenga foi uma experiência incrível. Mais uma vez a palavra CONEXÃO nos assolou.

No almoço tivemos vinhos, picadinhos (ou ‘picados’ como chamam por aqui), além do delicioso assado que o Jorge nos preparou. Aliás, até o momento foi o melhor assado que comemos na Argentina!

Ainda tivemos uma demonstração do jogo de ‘pato’, esporte nacional, jogado por pessoas montadas a cavalo lançando uma bola com aros, que facilitam na hora de pegá-la em movimento.

O custo do passeio (que teve duração aproximada de 8h) é de 12 mil pesos, incluindo café com facturas e o almoço com assado e vinho (também há opção para vegetarianos, veganos e silíacos), além da possibilidade de cavalgar (pela diferença de 2 mil pesos).

Nos despedimos já sentindo saudades!

Contatos
Telefone: +54 9 2901 614596
Instagram: @baqueanostdf
E-mail: info@baqueanos.com.ar

City Tour

Um city tour é uma boa forma de conhecer a cidade de forma dinâmica e aprender bastante e com a Tiempo Libre Viajes (@tiempolibreviajes) aprendemos mais sobre a cidade e os marcos de Ushuaia (muitas das informações que usamos na introdução deste post). Quem nos acompanhou foi o guia Gabriel e o motorista Julio, a quem agradecemos pelas excelentes explicações e condução. Aprendemos muito sobre a cidade!

Contatos
Telefone: +54 9 2901 614596
Instagram: @tiempolibreviajes
E-mail: tiempolibreushuaia@gmail.com

Galeria Temática – História Fueguina   

Foi impactante conhecer a história da região da ilha Terra do Fogo. Esse museu educativo conta, por meio de imagens, estátuas e pequenas construções, com narrativas bem ordenadas em diversos idiomas – a depender do turista, a história da região e de sua gente.

São mostrados os diferentes povos originários da região e o seu jeito de viver. Também são apresentadas inúmeras situações vivenciadas pelos imigrantes que aqui chegaram, onde temos muitas notícias de atos de coragem e superação. O museu tem a rara felicidade de efetuar uma narrativa auditiva e visual que permite que se tenha uma boa compreensão dos povos e dos objetos, inclusive dentro de uma ordem de tempo.

Recomendamos muito que, se você vier a Ushuaia, conheça essa galeria temática, que fica bem no centro da cidade para compreender melhor como foi forjada a famosa “Terra do Fogo”.

Galería Temática – Historia Fueguina

Contatos
Telefone: (+54 2901) 436353 / 422245
Instagram: @historia_fueguina
E-mail: info@historiafueguina.com

Dicas gerais

Ao final do nosso último em Ushuaia ainda aproveitamos para visitar o Museu Presídio de Ushuaia e Prisão Militar, além do Museu Marítimo. Todos localizados no antigo presídio, bem próximo do Cilene Hotel.

Por incrível que pareça, o que realmente alavancou o desenvolvimento da região da Terra do Fogo, de fato, foi a construção do Presídio de Ushuaia, que começou a ser erguido em 1902. Os próprios presos militares argentinos que o ergueram. Mais tarde o presídio passou a receber outros tipos de presos, inclusive os de natureza política e os mais perigosos do país.

Como consequência, vieram trabalhadores de outras regiões e mais serviços foram necessários, como eletricidade, telefone, sapataria, alfaiataria, pequenas indústrias, bombeiros, mais casas para os funcionários do presídio e suas famílias. Houve também a abertura de rodovias, aumento da necessidade de embarcações, ou seja, definitivamente a infraestrutura de uma cidade.

O presídio funcionou até 1947 e, hoje em dia, é um museu marítimo com acesso ao público, onde há fotos e ilustrações contando as histórias dos principais presos, principalmente presos políticos e os mais perigosos da época.

Esse é um ponto turístico bem legal para conhecer durante a viagem, sugerimos visitar o local com visita guiada, para que você possa aprender mais afundo a história de Ushuaia.

  • A entrada para estrangeiros custa 3.400,00 pesos –  algo como R$ 73.

Eles também realizam programações noturnas diferentes, como a noche de terror. Deixamos para vocês avaliarem se iriam…  Um bom aproveitamento de um prédio que é patrimônio histórico, mas também, de uma história que poderia ser negativa e se transforma em um atrativo turístico, quando apresentada com sua verdade.

O Fim do Mundo é mesmo rico, surpreendente, completo, diverso! Nos despedimos de Ushuaia com a certeza de que a longa viagem fez valer a pena também pelo destino mais distante, além de todo belo caminho. Agora é voltar com a expectativa imensa sobre o que virá… muitas surpresas ainda!

Onde se hospedar

Hotel Cilene del Faro – “nossa casa” no Ushuaia

Chegamos e já dissemos: “poderia morar aqui”, num uníssono de sintonia e alegria!

O hotel é muito agradável e possui excelente localização, além da bela acolhida por todos! O bom é que ficamos num apartamento, com sala, cozinha, dois quartos (um dos quais fechados, já que somos somente dois), dois banheiros e uma linda sacada com vista para o mar/porto, de onde avistamos o movimento dos navios de transatlânticos que partem para a Antártica.

E o melhor é que todo este amplo espaço confortável tem serviço de hotel, ou seja, café da manhã, arrumação dos apartamentos diariamente e, ainda, um SPA. Sim, SPA com piscina e sauna gratuitos e massagens (com custo).

O Hotel Cilene del Faro é um excelente espaço para descansar, passear pelo Ushuaia e região e, inclusive, trabalhar, pois há bom sinal de Wi-Fi e nós, como nômades digitais, também tivemos que usar. Enfim, recomendamos com alegria este hotel! Grandes abraços do tamanho da Patagônia!

Contatos
Telefone: 54 9 (2901) 654 342 / 0810 666 9118
Instagram: @cilenedelfaro
E-mail: info@cilenedelfaro.com


Booking.com

Onde comer

Restaurante Ramos Generales (@ramosgeneralesushuaia) funciona desde 1906 e tem diversos itens antigos na decoração o que o torna único, até roupas originais do antigo presídio da cidade! Dos diversos pratos disponíveis no menu, escolhemos a sopa de cebola (890 pesos) e adoramos! Também pedimos um tiramissú de frutos patagônicos.

Contatos
Telefone: 54 (2901) 424317
E-mail: info@ramosgeneralesush.com.ar

Gerais:

@ushuaiamunicipalidad

@turismoushuaia

@visitaushuaia

Facebook:

www.facebook.com/VisitaUshuaia

www.facebook.com/ushuaiaturismo

www.facebook.com/UshuaiaMunicipalidad

 


Esta é uma série de postagens sobre a viagem que o Viajante Maduro realizou pela Patagônia Argentina e Chilena, além de Buenos Aires e Mendoza, de janeiro a março de 2022. A viagem foi feita de carro e levou 50 dias, percorrendo mais de 11 mil quilômetros.


Confira as outras matérias sobre nossa Road Trip pela Patagônia


Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

Esta matéria contou com a produção textual da publicitária Alexandra Ungaratto e com a colaboração da futura publicitária Lúcia Fávero Moraes.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

Comentários