Vieni Vivere La Vita: Novidades em Monte Belo do Sul!

Monte Belo do Sul está com uma nova marca, um novo Plano de Turismo (que eu tive a satisfação de conduzir), e mais 11 novos empreendimentos se preparando para bem receber o turista. Serão, em breve, mais de 30 estabelecimentos estruturados para acolher os visitantes. Todo este movimento justifica o slogan criado pela Pamplona Studio, dos queridos Maurício e Amanda, que também criaram a referida marca!

 

Vieni Vivere La Vita!

Estivemos, Rômulo e eu, visitando os 11 novos estabelecimentos no último feriado de 7 de setembro, e vamos apresentar cada um, complementando o post anterior, Monte Belo, Il Borgo DiVino, que já apresentava a essência da oferta turística de Monte Belo, muito baseada na cultura da imigração italiana e no turismo do vinho. Vamos apresentá-los na ordem das visitas, divididos em dois blocos, o primeiro com as vinícolas e o segundo com os novos negócios.

Importante ressaltar que nem tudo está pronto, mas que é também um privilégio poder acompanhar o desenvolvimento de novas propriedades. Ressaltamos: todas as visitas devem ser agendadas antecipadamente. Pode ligar ou enviar um whatsapp.

 

Já leu os outros 4 posts com este conteúdo, sobre Monte Belo do Sul? Antes de seguir, acesse:

Monte Belo: Il Borgo DiVino

Sabores e Saberes em Monte Belo do Sul – Agroindústrias

Vita e Vino em Monte Belo do Sul – Vinícolas

Vivenciare la Vita – Experiências e Vivências Turísticas em Monte Belo do Sul

Mangiar Bene e Vivere Meglio – Dicas de Restaurantes e Hotéis em Monte Belo do Sul
Lindas paisagens de Monte Belo do Sul. Esta visão tivemos quando visitamos a Vinhos Finos Reginato.

Vinícolas de Monte Belo do Sul – Vita e Vino

 

Vinícola Lazzarotto – Valle Bello

Foi o Sr. Gregório Lazzarotto quem nos recebeu, logo na estrada, junto à casa da família, localizada em frente à nova vinícola, empreendimento idealizado por seu filho Tiago. Prontamente, ele nos explicou que sempre trabalhou com vinhedos, mas que vendiam a bem cuidada uva para grandes empresas, até que o filho, enólogo pelo IFRS (antigo Cefet), desde 2005, e especialista em Viticultura, foi realizar um curso na sua área de formação, em Verona, na Itália e, durante um mês, pode observar o trabalho de pequenos vitivinicultores, decidindo, no retorno a Monte Belo do Sul, investir numa nova vinícola.

Seu conhecimento é aplicado nos equipamentos que ele mesmo desenvolve, como o controle de temperatura, com uma serpentina artesanal, mas também na adequada condução dos vinhedos de cabernet sauvignon, pinot noir, chardonnay e merlot, além dos vinhedos de uvas americanas. Os vinhos estão sendo elaborados com as marcas Don Gregório (vinhos de mesa e bag de finos) e Valle Bello (vinhos finos engarrafados). A primeira safra é a 2018, a qual já está engarrafada e, em breve, receberá os novos rótulos, que lhes apresento em primeira mão (teste). Os mesmos são uma criação da Pamplona Studio (já falei acima sobre eles).

Conversamos com ambos e com a Tamara, esposa do Tiago, que nos falou com animação sobre o projeto do esposo e nos apresentou mais um motivo para que o casal siga investindo: o bebê Lorenzo!

A família ainda nos conduziu até uma antiga ponte de pedra, construída pelos irmãos Tasca, em 1942, em formato de arco. Precioso ambiente, onde também se poderá degustar os vinhos da Lazzarotto.

A nova vinícola está localizada na Comunidade de Santo Isidoro, próximo à vinícola Famiglia Tasca, e também pretendem receber enoturistas, sob agendamento, onde apresentarão a história da comunidade e da família, além da degustação dos vinhos e, se solicitado com antecedência, uma tábua de pães e frios.

Informações e reservas: 54.99980-1021

 

Vinhos Moro

Os irmãos Lademir e Luciano Moro são os proprietários desta vinícola, também localizada na Comunidade de Santo Isidoro, próxima dos Cogumelos de Costa. Netos e filhos de viticultores de Monte Belo do Sul, aprenderam sobre a elaboração de vinhos vendo pai e avô elaborando o vinho no porão da casa, para próprio consumo, mas, naquele tempo, vendendo o excedente para amigos de Montenegro.

No entanto, o caminho da vinicultura não foi linear. Luciano trabalhava com máquinas, inclusive as utilizadas pelas vinícolas e, neste ofício, percebeu que poderia aplicar seu conhecimento na própria vinícola. Assim, os irmãos iniciaram o empreendimento, há 10 anos, elaborando vinhos de mesa e de viníferas (merlot, cabernet sauvignon, moscato e trebiano), além de espumantes (brut e moscatel).

Uma curiosidade muito interessante: a vinícola está em Monte Belo do Sul, numa parcela que a torna muito especial, pois é o único território do Brasil a ter duas Denominações de Origem: Vale dos Vinhedos e Aprobelo.

Nos impressionamos com a antiga casa da família, com seu porão de pedra, e indicamos para que o mesmo seja adequado para a recepção de turistas. Por enquanto, os turistas são recebidos na vinícola, onde é oferecida a degustação dos vinhos, que podem ser ali adquiridos.

Informações e reservas: 54.984090594

Somacal Vinhos Únicos

A vitivinicultura de Monte Belo do Sul, do Sul do Brasil, está com o futuro garantido. Essa é a emoção que nos assolou quando chegamos na casa de Diego e Graziela e fomos recebidos por ela, que nos apresentou o novo projeto da vinícola (de Natália Razia) e os novos rótulos dos vinhos (da Pamplona). Ambos lindos!

Vinhedos próprios, cultivados pela família, paixão pela terra, uva e vinho“, é a frase que revela a essência deste novo projeto, estampada nos rótulos.

O entusiasmo da família já nos havia contagiado, em uma outra visita, quando tivemos a certeza de que iriam empreender, mais cedo ou mais tarde. Foi rápida a decisão. Diego e Graziela Somacal estão iniciando um novo projeto, na comunidade de Santo Antônio, na Linha 80 da Leopoldina, muito próximo da Vinícola Calza e da pequena e bucólica igreja.

A vinícola está tomando forma, em sua base, e a obra está sendo acompanhada de perto pela família (na foto ainda faltou um dos filhos).  Diego, que cuida dos vinhedos com esmero, convidou o tio Firmino Splendor, enólogo reconhecido, para orientar a elaboração dos vinhos de uvas riesling, merlot, tannat e moscato, além das uvas americanas e híbridas.

Em 2019 elaborarão a primeira safra e todos nós poderemos acompanhar o surgimento desta nova história do vinho brasileiro. Ah, as visitas enoturísticas só iniciarão depois da safra da uva de 2019, em abril.

Informações e reservas: (54)99106-3318

 

Vinhos Caturetã

A felicidade de encontrar um antigo amigo de juventude, o Adelar Canossa, e sua filha Sheila, foi ampliada, por saber que a mesma é enóloga e que, no momento, realiza doutorado em Pelotas, focada em concluí-lo e retornar para atuar na vinícola, levando adiante o projeto dos pais (a mãe Denilze). A nova geração novamente sendo protagonista da história da vitivinicultura de Monte Belo do Sul.

O nome, Caturetã, é uma homenagem ao primeiro nome de Monte Belo do Sul, termo indígena que significa “povoado bonito”.

Por ora, Adelar capricha na elaboração dos vinhos de uvas Moscato com Lorena, Bordô e Isabel, mas pretende fazer também vinhos finos. A estrutura é simples, mas muito bem equipada e reflete o capricho do proprietário, das vinhas ao vinho.

A vinícola fica localizada próxima ao centro, ou seja, siga pela rua Antônio Barbieiri, onde está a Prefeitura, e vire à direita no entroncamento, logo avistará um pavilhão à direita (mais abaixo da estrada).

Informações e reservas: 54.99214-5389 ou 54.3457-1141

 

Adega de Vinhos Finos Reginato

Cleimar Reginato é enólogo e fez um caminho longo até decidir voltar à sua terra, com sua esposa Elis Regina Ramos Reginato e filhos, para residir na casa dos pais, Mercilo e Nilde, e tomar conta da vinícola fundada em 2003. Família de vinicultores, produzem a própria uva com muito cuidado e se focaram somente na produção de viníferas: Cabernet Sauvignon, Merlot e Moscato Gialo.

Os enoturistas já podem visitar a vinícola e degustar os vinhos, num espaço informal, rodeado de belas paisagens cobertas por vinhedos. Os vinhos da marca Del Bom e Reginato são apresentados pelo próprio Cleimar.

A partir de 2019, pretendem iniciar com uma oferta enoturística mais elaborada, quem sabe oferecendo as delícias preparadas pela Nilde e pela Elis Regina. Simpatia de sobra, nos presentearam com dois vinhos em tamanho natural, mas também com a pequena garrafa, tão utilizada em presentes.

A vinícola fica localizada na comunidade de N. Sra. do Caravággio, logo depois da Vinhos Faé.

Informações e reservas: 54. 99985-0707

Vinícola Milani

Alexandre Milani não pôde nos receber neste dia, já que estava em viagem. Dentro de alguns dias, retornarei para visitá-lo. De qualquer forma, já deixamos, aqui, os contatos. A vinícola fica localizada na comunidade de São Miguel, na Linha 100 da Leopoldina, próximo da família Somacal.

Informações e reservas: 54.99661-6808

 

Seguimos na estrada…

Logo abaixo apresentaremos mais novidades!

Criatividade e Inovação em Monte Belo do Sul – Novas Experiências Turísticas

 

Cogumelos de Costa

Em terra de vinhedos e vinhos, também se pode encontrar surpresas. O próprio Gilmar de Costa nos recebeu na manhã de feriado, com um sorriso um pouco inibido pela cirurgia dentária a que havia se submetido dias antes. Lá encontramos um casal de turistas, comprando os belos shimeji e pleorotus.

Em 1992, Gilmar ouviu um comercial de TV que falava em “Tente, invente, faça um 92 diferente”. Ele nos conta que foi considerado ‘louco’, por querer investir em cogumelos, há 24 anos.

Como diz, foram 14 anos de aprendizado e 10 anos de produção, de fato. Há 3 anos a venda passou a compensar toda a resiliência desse empreendedor inovador. Seu filho Felipe, de 26 anos, já deixou um emprego formal ‘na cidade e veio trabalhar comigo’. Sim, há muito trabalho envolvido.

Boa parte de sua produção é vendida para restaurantes e lojas especializadas da região, mas agora pretendem investir cada vez mais no turismo. Visitas podem ser feitas diariamente, exceto nas terças e sextas-feiras, quando sai para fazer entregas. Pode-se visitar as estufas, conhecer o mágico processo de cultivo de cogumelos e adquirir os mesmos. Ele nos conta que, dentro de um ano, pretende abrir um restaurante.

Ah, as inovações não param por aí. Ele já inciou a produção de alho negro, que também pode ser aquirido na propriedade, localizada na comunidade de Santo Isidoro, próximo aos Vinhos Moro.

Informações e reservas: 54.984090594

 

Castelo Brandalise

Um projeto grandioso, localizado na rodovia que liga Bento Gonçalves (o Vale dos Vinhedos) até Monte Belo do Sul, muito próximo ao Móveis D’Itália. Sempre que passava pela rodovia, pensava em qual seria a motivação de quem estava construindo tão imponente obra.

Imaginava que era alguém com o sonho de ter um castelo para si. Para minha surpresa, o Cleber nos recebeu, nesta linda manhã, com um sorriso tímido e simpatia farta. E nos contou que o desejo foi atender a todas as pessoas que já se interessavam pela propriedade, onde está inserida a casa da família. É o que podemos chamar de ‘um castelo para chamar de seu’, por cada um dos turistas.

Mas a obra deu muito mais trabalho do que o imaginado. Nada que desmotivasse este dedicado e abnegado trabalhador. Muitos hectares de parreirais são cultivados para que ele possa custear a grande obra. Este é um castelo construído com muitas e pesadas pedras, mas, com certeza, feito de uva e coração.

Cleber teve que desenvolver a técnica para transportar as pesadas pedras até o alto da obra, vários trabalhadores já se envolveram, mas o próprio Cleber e seu pai aí estão, diariamente, trabalhando com afinco. Ele nos conta que já estão assentadas mais de 3 quilômetros de pedras!

O castelo deve ficar pronto no final do ano, onde haverá espaço para eventos, uma loja com produtos da região, inclusive os vinhos e sucos que ele deverá engarrafar (em outra vinícola parceira) com sua marca. Também haverá um espaço, no terraço, para contemplação da paisagem e degustação da gastronomia que deverá ser preparada pela mãe Zelmira e pela irmã Genica, que já prepara refeições em eventos e vai dedicar seu talento ao novo projeto da família.

Nós tivemos o privilégio de degustar o churrasco de seu pai, o senhor Brandalise, e a massa com molho italiano preparada por sua mãe, no quiosque da família. Se houver interesse, ele já pode ofertar refeições informais neste belo lugar, com agendamento.

Informações e reservas: 54.34571459 ou 54.996626268

 

Café Faccin

A Renata e a Andreia Faccin são duas jovens mulheres de fibra. Durante a nossa visita, nos contaram suas histórias de vida e entendemos as razões que as levaram a empreender num mercado na sua cidade natal. Além da experiência no setor, o amor por Monte Belo e pelos pais, pesaram forte. Enfrentaram as dificuldades e seguiram atentas às demandas da comunidade.

O Mercado Faccin abre de segunda-feira a sábado (só fecha aos domingos) e também abre nos feriados cívicos (os religiosos são sagrados por aqui). O trabalho nunca as intimidou. Mas o que foi conquistando a todos é a simpatia com que atendem a cada cliente que entra, que é prontamente identificado e chamado pelo nome.

Foi esta atenção que fez com que se sentissem frustradas quando chegava um turista, um viajante, e pedia por um café, durante todos os dias e horários em que estão abertas. Empreendedoras natas, decidiram abrir um corredor e instalar ali algumas mesas e uma máquina de café. O cheiro de pão assando reforça o convite para os passantes entrarem e, assim, já estão muito satisfeitas com o movimento e pretendem ampliar a área do café, que está junto ao mercado, num ambiente muito informal, onde são servidos sanduíches, salgados e doces,.

O café fica localizado em frente ao Hotel Bruschi, bem no centro de Monte Belo do Sul.

Informações e reservas: 54.99661-2171 ou 54.3457-1052

 

Uvas de Mesa Família Cecconi e Armazém e Café Colonial Bello Sapore

A Letícia e a Camila Cecconi nos receberam na bela propriedade de seus pais Adair e Lélia. As jovens pretendem construir um prédio que receberá o futuro projeto, voltado ao turismo, o Armazém e Café Colonial Bello Sapore.

Letícia e o pai Adair, responsáveis pelas uvas e pelo piquenique.

Hoje a propriedade é procurada por clientes das deliciosas uvas de mesa produzidas com o cuidado do Sr. Adair.

Enquanto o prédio não fica pronto, Letícia, que vive na propriedade, estruturou um piquenique, com delícias elaboradas pela mãe Lélia e pela avó Cacilda, duas cozinheiras de ‘mão cheia’! O piquenique pode ser realizado no gramado da propriedade, junto ao quiosque, ou debaixo dos vinhedos de uva de mesa. É necessário agendamento.

Provamos os biscoitos de polvilho doce e de amendoim e podemos atestar que são, de fato, especiais!

A propriedade se localiza na comunidade de Santo Antônio, na Linha 80 da Leopoldina, muito próximo da Vinícola Calza. Uma região encantadora!

Informações e reservas: 54. 99911-9031

 

Cabaña do Monte

Não conseguimos visitar o novo empreendimento, ainda em construção, pois o Cristiano Cangussu não estava no local, mas fica a dica de um novo empreendimento, localizado logo atrás da vinícola De Mari (antiga Beija Flor).

Informações e reservas: 54.99634-2533

 

 

IMPORTANTE:

O Viajante Maduro visitou Monte Belo do Sul a convite da Prefeitura Municipal.

A opinião aqui expressa é a nossa verdade! A autoria das fotos é de Ivane Fávero (com exceção das 3 sinalizadas).

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua  elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

A programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:

Seguimos na estrada, até Santa Bárbara. Lindas paisagens, sempre!

Criação da Pamplona Studio.

 

 

Comentários