Vivenciando Santa Tereza – Serra Gaúcha: Experiências Turísticas na Pequena Cidade que é Patrimônio Histórico Nacional

Santa Tereza é um pequeno município da Serra Gaúcha, privilegiado por seu patrimônio histórico e pelas belezas naturais, localizado a 18 quilômetros do Vale dos Vinhedos, margeado pelo Rio Taquari e Arroio Marrecão, com pouco mais de 1.800 habitantes, que foi tombado como Patrimônio Histórico Nacional, pelo IPHAN, em 2012.

O núcleo urbano de Santa Tereza foi tombado pelo Iphan, em 2012, e é composto por 25 casas de madeira e de alvenaria construídas nos séculos XIX e XX, pelos imigrantes que vieram de diferentes regiões da Itália. Entre os núcleos gaúchos, Santa Tereza é o mais íntegro porque mantém quase intactas as características originais do seu traçado”

(Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN).

Foi surpreendente descobrir que o nome da cidade não se deve, inicialmente, à santa, mas sim a uma homenagem do engenheiro-chefe da colonização, Joaquim Rodrigues Antunes, à sua esposa Tereza.

Aqui também, como nos demais municípios da primeira colônia Italiana do Rio Grande do Sul, a colonização começou em 1875, com imigrantes italianos e poloneses que se instalaram às margens do rio Taquari, na Linha José Júlio, onde minha mãe nasceu e viveu sua juventude. Ela representa bem a imigração local, pois é filha de mãe italiana (Bolesina), com pai polonês (Remus).

Meu avô, Ignácio Remus, também representa bem a razão de Santa Tereza ter-se desenvolvido, já que foi balseiro. Sim, havia um porto que promoveu um grande fluxo de mercadorias pela colônia e, posteriormente, distrito de Bento Gonçalves. A ligação entre a região e a capital Porto Alegre se dava pelo rio e, assim, era por aqui que chegava tudo o que a colônia necessitava: produtos agrícolas, madeiras, peles, aguardentes, etc.

O tombamento considerou o traçado urbano preservado, seu acervo arquitetônico, a paisagem rural do município e a riqueza de todo o patrimônio cultural

(Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacinal – IPHAN).

Fomos convidados, pela Prefeitura Municipal, para conhecer as novidades no turismo. Durante dois dias intensos (o ideal é fazer em 3 ou 4 dias) nos encantamos com as construções históricas, a vista onipresente do Campanário da Igreja, as imponentes grutas naturais, o Rio Taquari e sua força, pequenas vinícolas, cachaçaria, produção agroecológica, passeios de caiaque, passeios a cavalo, arte e artesanato. Vamos apresentar tudo neste post.

Importante ressaltar que as visitas devem ser previamente agendadas com cada estabelecimento ou contando com o inestimável apoio e condução dos Irmãos Betinelli que nos acompanharam, gentilmente, nestes dias. Eles possuem um receptivo local e operam os passeios a cavalo. Além de fazer todas as agendas e nos conduzir pelos melhores caminhos, também nos apresentam dados e informações sobre a cidade, os empreendimentos e, ainda, conduzem o tour pelo centro histórico. Recomendamos!

Sim, Santa Tereza possui uma paisagem única, autêntica, razão pela qual muitas produções cinematográficas foram aqui gravadas, como Saneamento Básico, do Diretor Jorge Furtado, O Filme da Minha Vida, de Selton Melo, Bocheiros, Frente a Frente e Rio das Antas, de Boca Migotto, entre outros.

Nos acompanhe também pelo Instagram e Facebook.

O que visitar, onde ficar e onde comer

Tivemos o acompanhamento dos condutores Mari e Michel, os Irmãos Bettinelli (abaixo os dados), em nossa visita. Eles possuem um receptivo local e, como moradores locais, sabem muito das histórias e dos atrativos de Santa Tereza.

 

Monumentos e Religiosidade – para exercitar, contemplar e orar

Torre da Igreja

A torre da Igreja de Santa Tereza é onipresente. De várias partes do município ela é visualizada. Marca o centro da cidade e nos direciona, sempre, para a bela Praça Maximiliano Cremonese.

De acordo com registros, o campanário foi projetado por Massimiliano Cremonese, em meados de 1927, a convite do padre José Ferlin. A construção começou no dia 10 de outubro do ano seguinte (1928). Interrompida por falta de verbas, só em 1932, o então pároco da época, Edígio Zamboni, percorreu a comunidade em busca de recursos financeiros para conclui-la em 1934. Já a igreja, foi inaugurada oficialmente em 1971, uma lástima pois substituiu outra mais contextualizada.

Gosto de olhar a torre e imaginar que meus antepassados também a contemplaram. Minha mãe, aliás, com seus 87 anos, é apaixonada por este monumento.

Gruta Nossa Senhora da Uva e Gruta Nossa Senhora de Lourdes

Santa Tereza – Serra Gaúcha e Vale do Taquari – possui dois templos de pedra. Lugares de contemplação da natureza e de oração.

Fomos conhecer a Gruta Nossa Senhora da Uva, localizada na Linha 130 da Leopoldina, inaugurada em 2010. Lá se celebra, no 4° domingo de janeiro, a bênção para o início da colheita da safra da uva. Depois, novamente, em março, se agradece pela safra.

O local possui um deck, onde se contempla a bela paisagem de morros e vales de Santa Tereza e Garibaldi. De lá, iniciamos a descida por uma pequena escadaria, num trajeto muito bem organizado, com alguns decks e bancos para descanso, corrimões para segurança e, ainda, sanitários. Ao adentrar na gruta, nos curvamos, em sinal de reverência e, até, pensei eu, exercendo a humildade. A visão é impactante, uma ampla e profunda gruta, com a imagem da N. Sra da Uva. Quando se entra na gruta há um belo impacto positivo pela sua amplitude – o local é bem conservado e apraz sentar em um dos bancos e orar.

Voltamos sensibilizados e fomos (de carro) até outra gruta, a que homenageia N. Sra de Lourdes, localizada na Linha Graciema Baixa. Aqui a celebração e bênção à Saúde acontece em fevereiro. A gruta também recebeu melhorias e facilitou o acesso. Descemos os 234 degraus, com corrimões e locais de descanso, contemplando o imenso paredão. Da mesma forma, ao entrar na gruta nos impressionamos com a grandiosidade e extremo cuidado ambiental.

São dois locais públicos que merecem uma visita. Já ficamos curiosos para irmos nas festas religiosas, disseram que são momentos ímpares.

Agroindústrias de Santa Tereza – Para degustar, vivenciar e comprar

Vinícola Rovereto

A simplicidade nos toca. A autenticidade nos atrai.

Assim fomos nós, guiados pelos Irmãos Bettinello, até a Vinícola Rovereto, da família Vignatti. Uma pequena vinícola familiar que produz suco e vinho de uvas americanas, situada no interior de Santa Tereza – Serra Gaúcha, junto ao Vale Taquari.

Observamos a bela paisagem do lago, parte da antiga residência da família, construída com barro, as ovelhas pastando, os vinhedos visualizados. Fomos conduzidos ao interior da cantina e, posteriormente, ao porão da casa que guarda peças antigas colecionadas pelo casal, barricas de vinho e alguns embutidos (salame e ossacol – copa).

Ouvimos histórias, provamos o bom suco de uva e saímos de lá, não sem antes contemplar o belo capitel da vizinhança, agradecidos por poder viver este momento repleto de simplicidade.

Agendando com os Irmãos Bettinelli, o visitante pode degustar os sucos e o vinho, pelo valor de R$ 10,00, mas ainda leva uma garrafa de vinho.

Horário de atendimento

Sob agendamento.

Contatos

Telefone: (54) 3456-1386

Endereço: Linha 150 da Leopoldina – Santa Tereza – RS

 

Cave di Santa

Gostamos de ver o quanto os jovens de Santa Tereza estão promovendo a inovação nos negócios e serviços.

Este também é um belo empreendimento que encontramos na Cave di Santa, interior de Santa Tereza, onde conhecemos a elaboração de vinagre balsâmico de qualidade!

A proposta é inovadora na cidade. A propriedade produz uvas americanas e viníferas e, em breve, também deverá elaborar seu próprio vinho.

Importante agendar a visita com antecedência diretamente com os proprietários ou com os Irmãos Bettinelli

O Vinagre Balsâmico Cave di Santa também é servido e comercializado no Restaurante Sabores de Santa, localizado no centro histórico, junto ao @suitesvinhedos. As visitas podem ser agendadas com os Irmãos Bettinelli.

Contatos

Telefone: (54) 3456-1223

Endereço: Linha 130 da Leopoldina – Interior, Santa Tereza – RS

 

Vinícola Renascer

Uma pequena vinícola, num lugar de exuberante paisagem, uma família hospitaleira e empreendedora, bons vinhos e uma excelente comida. Pronto! Basta isso para nos fazer felizes!

E tudo isso encontramos na Vinícola Renascer, de propriedade da Família Sartori, localizada no interior de Santa Tereza – Serra Gaúcha.

Após degustar os vinhos, com destaque para o Lorena (branco aromático), o merlot (inclusive vendem em garrafão) e o Isabel com Bordô (não há melhor vinho para um bom sagu), visitamos a vinícola, que possui boa estrutura, pintada na cor da uva tinta, e fomos convidados a inaugurar a nova estrutura, uma pipa de vinho (grande tonel de madeira) onde instalaram um pequeno e exclusivo restaurante.

Lá apreciamos um churrasco, massa, saladas, pães e cuca e nos deliciamos com o sagu com creme servido após o almoço. Ainda nos convidaram para caminhar pela propriedade e apreciar a paisagem e usufruir as frutas, disponíveis para os visitantes.

Já precisávamos queimar algumas calorias e fomos caminhando até os vinhedos. Contemplamos a bela paisagem do vale. Ao retornar, fizemos nossas compras: geleias, vinhos, queijo e, ainda, levamos algumas frutas que nos foram oferecidas.

Voltaremos!

Agendando com os Irmãos Bettinelli, o visitante pode degustar os vinhos, pelo valor de R$ 10,00, mas ainda leva, de cortesia, uma garrafa de vinho colonial.

Horário de atendimento

Diariamente das 8h às 18h (degustação, almoço ou tábua de frios somente com agendamento).

Contatos

Instagram: @vinicolarenascer

Endereço: Linha Santa Tecla – Santa Tereza – RS

Propriedade de Mateus Nunes

Buscamos saúde! Inclusive a pandemia nos ensinou, de forma mais contundente, que ‘saúde é o que interessa e o resto não tem pressa’. Assim, temos procurado por alimentos orgânicos, saudáveis, locais.

Assim, fomos muito motivados conhecer a propriedade que produz os Morangos Orgânicos Santa Tecla, o Sítio Sossego, de Mateus Nunes e família.

Eles cultivam morangos há 4 anos, diversificando a produção local. A família fez a opção por uma vida de maior qualidade, deixando a cidade e escolhendo essa área mais elevada em Santa Tereza – Serra Gaúcha, junto ao Vale Taquari.

Nos encantamos com a possibilidade de poder comer o morango direto do pé, mesmo no inverno, quando não é safra e a produção é bem menor. Nos sensibilizamos com a preocupação em manter as abelhas polinizando os morangos e nos impressionamos com a descoberta de que a ideal são as pequenas abelhas jataí. Provamos o chá de morango e a geleia (deliciosas).

Agendando com os Irmãos Bettinelli, o visitante pode colher seus morangos. O valor do ingresso é R$ 10,00 e ganha uma bandeja de morangos ou uma geleia.

Horário de atendimento

Diariamente das 8h às 17h ou com agendamento.

Contatos

Instagram: @mateus_nunes08

Endereço: Linha Santa Tecla – Santa Tereza – RS

 

Cachaçaria Velho Alambique

A história da Cachaçaria Velho Alambique, localizada em Santa Tereza – Serra Gaúcha, iniciou em 2001. De lá para cá, suas linhas foram ampliadas e premiadas e, em 2007, o processo de produção de cana-de-açúcar e das cachaças passam a possuir os certificados orgânicos pela rede Ecovida.

Em  2015 foram lançadas outras marcas: Porcelana e a Cenário, com belas embalagens. Talvez você já tenha visto alguma por aí, nos mais diversos restaurantes e lojas do Brasil. Estas marcas se somaram à Locomotiva, que homenageia o trem que passa por suas imediações.

Recentemente, a empresa inaugurou a nova unidade de produção e loja, um amplo e bem estruturado espaço onde recebem os turistas para uma visita que inclui a observação do processo de produção, degustação e a possibilidade de adquirir os produtos direto do produtor. Ah, se prepare para um amplo conhecimento sobre cachaças e reserve um tempo para contemplar as belas paisagens que circundam a cachaçaria!

Horário de atendimento

Segunda à sexta-feira, em horário comercial, fechando ao meio-dia.

Sábados das 09h às 17h – agende se for ao meio-dia.

Domingos com agendamento.

Contatos

Telefone: (54) 3456-1024

Instagram@velhoalambiquecachacaria

Endereço: Linha Barão de Capanema – interior de Santa Tereza – RS

 

Arte e artesanato – para apreciar e comprar

Carina Atelier

Amamos cerâmica e adoramos ter obras que reflitam a identidade e a cultura de um lugar visitado!

O Atelier de Carina Chiminazzo nos impressionou, primeiramente, pela beleza do lugar. A casa é linda e surpreendente! Assim que adentramos no espaço que é oficina e loja, nos apaixonamos pelas peças.

De altíssimo bom gosto, as peças possuem qualidade e são lindas, únicas. Adoramos a técnica de ‘imprimir’ o crochê de antigos guardanapos artesanais, obras de nonas exímias, na cerâmica.

Participamos de um momento mágico, que foi a abertura do novo forno do Atelier. Ela não sabia se as peças teriam atingido a vitrificação. Desde novembro (ou setembro) ela vinha tentando… E deu certo! Estavam lindas!

O Atelier está localizado no centro de Santa Tereza, município que fica a 18 quilômetros do Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves, entre a Serra Gaúcha e o Vale do Taquari.

Horário de atendimento

Terça-feira à domingo, das 9h às 11h30min e das 13h30min às 18h.

OBS: durante o inverno, aos sábados e domingos das 10h às 16h

Contatos

Telefone: (54) 9 9625-2232

Instagram@carinachiminazzo

Endereço: Rua Amadeu Picinini, 215, Centro – Santa Tereza – RS

 

Visita ao Artesanato Caumo

A arte se expressa, se faz vida, molda vidas!

Assim foi com Ricardo Caumo, desde menino, apaixonado pela torre da Igreja Matriz de Santa Tereza, réplica da torre da igreja de San Biaggio de Calalta, no Vêneto, Itália.

Na escola ele gostava mesmo era de desenhar, o Professor Leonir Razador o estimulou a seguir o sonho.

A torre, posteriormente tombada como patrimônio nacional pelo Iphan, foi reproduzida em madeira e ganhou companhia. Ricardo passou a esculpir símbolos da imigração italiana, assim surgiu o forno à lenha (com o pão), o moedor de uva, o moedor de cana (tortcho), o poço de água e outras obras. Ele também faz o trem, em várias partes, as letras, peças sob encomenda e peças para móveis.

A madeira é sua vida e ele segue vivendo o sonho do menino. Uma das peças mais vendidas é a torre da igreja que já virou, inclusive, quadro. Vale visitar. O atelier fica em Santa Tereza (Serra Gaúcha), às margens do Arroio Marrecão, onde é possível conhecer a ampla oficina e a pequena loja, onde as peças podem ser adquiridas.

Horário de atendimento

Segunda a sexta, em horário comercial

Sábados e domingos mediante agendamento

Contatos

Telefone: (54) 3698-4104 | (54) 9 9633-3024

E-mail: artecaumo@gmail.com

Instagram@artecaumo

Endereço: Rua Ângelo Ceriotti, nº 430 – Santa Tereza – RS

 

Passeios Diferenciados – Emoção e aventura

Passeio de Caiaque

Quem me conhece sabe que eu não sei nadar e, tendo nascido numa família que viveu uma tragédia com afogamento de meu tio, o medo de água ficou incutido.

Quando me falaram da possibilidade de um passeio de caiaque, em pleno inverno, tremi (de frio e de medo), mas a segurança que me foi passada pela Mohini, pelo Álvaro e pelo Ramon fez com que eu decidisse fazer o passeio.

Assim fomos nós, num sábado de manhã, com a cidade envolta em neblina, em torno de 8/10 graus, rumo ao ponto em que é dada a largada dos caiaques da Suítes Vinhedos.

Talvez vocês já saibam, mas Santa Tereza é famosa pelos atletas que lançou no caiaque, sendo que o Álvaro Acco Koslowski chegou a disputar a Olímpiada de Barcelona e agora integra o Comitê Olímpico Internacional e Comitê Olímpico Brasileiro. Atualmente deve estar no Japão, em Tóquio, como Supervisor de Canoagem Velocidade. Ele fez uma verdadeira revolução na cidade, conseguiu uma parceria com a Universidade de Caxias do Sul e implantou uma Escola de Canoagem em Santa Tereza. Também atua como voluntário do Projeto Remadas Solidárias, com base em Caxias do Sul, mas contribuição em várias cidades.

O jovem Ramon Fachinelli Ceriotti é fruto desta revolução e já venceu competições no Brasil. Também atua na formação de jovens em Santa Tereza e possui uma academia na cidade.

Os dois nos guiaram no passeio com tanta tranquilidade e segurança que só podemos afirmar nosso desejo de voltar e fazer o passeio num dia mais quente, para virar o bote, literalmente!

Ah, chegamos sequinhos, aquecidos pelas remadas e com elogios dos professores! Valeu, Mohini, Ramon e Álvaro, pelo incentivo!

Horário de atendimento

Todos os dias, inclusive finais de semana e feriados, das 8h às 21h

Contatos

Telefone: (54) 9 9669-8443

Instagram@suites_vinhedos

Endereço: Avenida Itália nº442, Centro – Santa Tereza – RS

 

Passeio a cavalo

Os Irmãos Bettinelli são dois queridos e entusiasmados jovens que resolveram diversificar suas atividades (agricultura e serviços) e investiram na criação de uma agência de receptivo. Eles são condutores locais de turismo, nascidos na comunidade e com grande amor por toda a cultura e paisagem local, além de grandes conhecedores de tudo o que envolve a comunidade.

Conduzem para os atrativos diversos e, ainda, aproveitaram o fato de possuírem 4 cavalos crioulos e organizam dois formatos de passeios.

Nós fizemos o caminho longo a cavalo, passeando pelo interior e pelo centro histórico. Adoramos! Os cavalos são muito mansos e eles nos acompanham, passando instruções sobre o manejo dos cavalos e, ainda, sobre os atrativos visitados.

Você pode contratar o serviço de condutores de turismo da Mari e do Michel. Eles agendam as visitas por todos os atrativos de Santa Tereza, com um serviço bastante customizado – Valor de R$50,00 por pessoa (sem veículo).

Passeio a cavalo

  • Curto, com 1h30min de duração, pelo Centro Histórico: R$90,00 por pessoa;
  • Longo, com 2h30min de duração, pelo interior e Centro Histórico: R$130,00 por pessoa.
Horário de atendimento

Segunda à Domingo, das 9h às 12h, das 14h às 17h com agendamentos prévios.

Contatos

Telefone: (54) 9 9652-9637

Instagram: @irmaosbettinelli

Endereço: Linha Barão de Capanema, 65, Interior – Santa Tereza – RS

 

Gastronomia – Para comer e apreciar

Além do almoço na vinícola Renascer, mencionado acima, aproveitamos outras duas ofertas gastronômicas em Santa Tereza.

Restaurante Sabores de Santa

Visitamos e almoçamos no acolhedor e belo Restaurante Sabores de Santa, localizado junto à Pousada Vinhedos Suítes. Lá é possível agendar durante a semana um café da manhã, almoço ou jantar. Já nos finais de semana o restaurante abre normalmente, com um cardápio bem farto e de inspiração na gastronomia italiana para o almoço ou tábuas de frios e pizzas à la carte, à noite. É possível almoçar ou jantar no salão fechado, onde uma lareira aquece os dias mais frios ou, ainda, no jardim da propriedade, que é um belo espaço. Eles também são amigos dos pets, mas aí deve optar por uma mesa do jardim.

Com agendamento eles também preparam cafés coloniais, cestas de café, atendem grupos e comemorações. A proprietária Morgana é excelente cozinheira e também prepara e comercializa tortas, doces e salgados para festas.

Horário de atendimento

Sexta-feira das 18h às 23h

Sábado das 8h às 23h

Domingo das 8h às 18h

Contatos

Telefone: (54) 9 9659-5164

Instagram: @sabores_de_santa

Endereço: Avenida Itália,442, Centro – Santa Tereza – RS

 

Aratinga Lanches

Também pudemos apreciar a gastronomia da Aratinga Lanches, uma lancheria localizada junto ao posto de combustíveis, um lugar simples, mas com pratos deliciosos. Provamos o café da manhã que eles preparam sob encomenda e, ainda, o delicioso hambúrguer Dolorata. Soubemos que também servem almoços durante a semana, mas não chegamos a provar.

A proprietária Aline também prepara doces e tortas sob encomenda.

Horário de atendimento

Segunda-feira das 07h30min às 14h

Terça a quinta das 07h30 às 21h30

Sexta e sábado das 07h30 às 23h

Domingo das 09h às 21h

Contatos

Telefone: (54) 9 9692-2902

Instagram: @aratingalanches

Endereço: Rua José Francisco De Nadal, 546, sala 02

 

Meios de Hospedagem – para descansar

Pousada Suítes Vinhedos

Hospedagem, passeios de bicicletas e passeio de caiaque.

Gostamos de fazer imersão nos locais visitados e, mesmo morando próximos de Santa Tereza, procuramos um local para nos hospedarmos.

A indicação foi a Suítes Vinhedos, localizada no prédio histórico do antigo Hotel Central. Um local muito acolhedor e histórico.

No momento há duas suítes (Merlot e Cabernet Sauvignon) disponíveis, mas, até o final do ano mais cinco suítes serão inauguradas. Elas possuem o quarto com um estar e banheiro privativo. São muito aprazíveis.

A pousada não oferece café da manhã, mas, em parceria com o @saboresdesanta, restaurante que fica no porão do prédio, é possível agendar um belo café da manhã. Lá também são ofertados almoço e jantar aos finais de semana. Se for durante a semana é fundamental ligar para reservar.

A pousada ainda possibilita que se agende passeios de Caiaque e de bicicleta.

Os proprietários Álvaro e Mohini são uma simpatia, ficamos encantados com o atendimento.

Recomendamos!

Informações sobre o prédio onde está instalada a pousada:

De acordo com a apresentação dos proprietários, a edificação possui referências da arquitetura neoclássica, seu corpo principal de dois pavimentos é demarcado com frisos e coroamento. Segundo dados do IPHAN, o prédio foi construído por volta de 1890, e abrigou o antigo Hotel Central, o qual possuía 18 confortáveis quartos, e, posteriormente, o Antigo Banco Nacional do Comércio. Além de hotel e banco, serviu também como central telefônica e residência das famílias Foppa e De Nadal.

Horário de atendimento

Todos os dias, inclusive finais de semana e feriados, das 8h às 21h

Contatos

Telefone: (54) 9 9669-8443

Instagram@suites_vinhedos

Endereço: Avenida Itália nº442, Centro – Santa Tereza – RS

 

Há duas outras opções de hospedagem em Santa Tereza: A Casa de Campo Santa Tereza, disponível no AirBnb, de excelente qualidade e a Pousada Caumo. Mas também é possível se hospedar no Vale dos Vinhedos (só 18 quilômetros de distância), ou em Monte Belo do Sul.

 

Novos atrativos – para descobrir

Alguns novos atrativos estão sendo estruturados em Santa Tereza. Fique atento que novidades virão por aí. Adoramos conhecer o antigo ‘Morro da Asa Delta’, um lugar de paisagem indescritível (aparece no vídeo que postamos no Instagram). Também conhecemos alguns prédios e propriedades que estão estruturando futuras ofertas turísticas.

Provamos os vinhos da vinícola Casa Mia. Vinhos naturais de excelente qualidade.

Um primo meu também está estruturando sua vinícola, a Vinhos Fávero. Lá na Dolorata, onde vivem meus pais. Na expectativa!

Só na expectativa pelo que ainda vai acontecer de bom nesta bela e pequena cidade, mas rica de belezas naturais e de patrimônio cultural.

 

Importante:

O Viajante Maduro viaja como ideal de vida e profissão.

Visitamos Santa Tereza a convite da Prefeitura Municipal.

Os Irmãos Bettinelli gentilmente nos acompanharam. Enriqueceu muito a visita. Muito agradecemos!

A opinião aqui expressa é a nossa verdade!

Esta matéria contou com a colaboração da futura publicitária Lúcia Fávero Moraes.

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Pinterest, no Youtube e no Instagram. Também aproveita e te inscreve aqui no blog, cadastra teu e-mail, assina e depois, quando receber o e-mail em sua caixa de mensagens, confirma! Isso é super importante para a gente! Estímulo para continuarmos com este blog. Agradecemos!

Esperamos que tenham gostado desta postagem, que teve sua elaboração feita com muito carinho e atenção. Queremos compartilhar nossas experiências com o objetivo de ajudar aos nossos leitores a terem experiências e vivências memoráveis em suas viagens, como nós.

A programar sua viagem, utilize os links abaixo. As empresas e serviços aqui indicados foram testados por nós:

Comentários